Publicidade
Campeonato Paranaense

Com gol de falta, Coritiba vence o Paraná e amplia série invicta

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Paraná Clube, nesse domingo (dia 26) à tarde, na Vila Capanema, pela 3ª rodada da 1ª fase do Campeonato Paranaense. Com o resultado, o time tricolor ficou em 7º lugar, com 4 pontos. A equipe alviverde está na vice-liderança, com 7 pontos. Após as 11 rodadas da 1ª fase, os oito primeiros avançam para as quartas de final.

O gol da vitória foi do meia Thiago Lopes, em cobrança de falta.

O resultado ampliou a série invicta do Coritiba. O time não perde há mais de três meses, desde 5 de outubro. Naquela data, perdeu por 2 a 0 para o Paraná Clube, na Vila Capanema, pela Série B. Depois disso, foram 16 partidas sem derrotas – 13 na segunda divisão nacional em 2019 e três pelo Paranaense 2020.

O placar representa a primeira derrota do Paraná Clube em 2020 — antes havia vencido o Cascavel CR e empatado com o Rio Branco.

RIVALIDADE
Esse foi o 104º confronto entre as duas equipes em toda história. O Coritiba venceu 40 vezes e o Paraná, 35. Foram 29 empates.

DESEMPENHO
Os dois times repetiram o estilo de jogo mostrado no início de 2020. O Paraná apostou na velocidade dos pontas e na bola alta para o centroavante Rafael Furtado. O time priorizou a defesa e o contra-ataque. O Coritiba construiu a partir de passes curtos e sem pressa de chegar ao ataque, tentando desorganizar o adversário a partir da circulação de bola. Sem a bola, manteve as linhas avançadas e aplicou a chamada “pressão pós-perda”. No geral, o Coxa apresentou mais qualidade e controlou a maior parte do jogo, mesmo sem apresentar um grande futebol. O Tricolor da Vila teve alguns bons momentos na partida, mas terminou com uma atuação fraca no geral.

ESCALAÇÃO DO PARANÁ
O time do técnico Alan Aal não contava com o lateral-direito Paulo Henrique e com volante Luan, lesionados. O lateral-direito Rafael França (ex-Vasco) começou no banco e o volante Bruno foi improvisado na lateral-direita. A novidade foi o meia Robson (ex-Goiás) no lugar do ponta Gustavo Mosquito. O esquema tático foi o 4-2-3-1, com Robson (centro), Alemão (direita) e Andrey (esquerda) na linha de três do setor ofensivo.

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
No Coritiba, os desfalques eram o zagueiro Nathan Ribeiro, o meia Giovanni e o volante Nathan Silva, em recuperação. Rhodolfo, Renê Júnior, Wanderley e Sassá ainda não estão 100% fisicamente. O esquema tático foi o 4-1-4-1, com Matheus Sales como único volante. A linha de quatro tinha Gabriel e Galdezani centralizados, além de Robson e Rafinha nas extremas.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com muita força física e algumas disputas ríspidas. E os dois clubes pagaram o preço pelo por esses excessos. Aos 21, Jhony Douglas saiu lesionado. Entrou o volante Kaio. Aos 24, Galdezani saiu lesionado. Entrou Thiago Lopes.

O primeiro tempo teve melhor futebol do Coritiba, que criou seis boas jogadas ofensivas, contra apenas duas do Paraná. No entanto, as chances mais claras foram para o time da Vila Capanema: aos 10, com Raphael Alemão, e aos 31, com Andrey. Nos dois lances, os atacantes saíram na cara do gol e Muralha defendeu.

SEGUNDO TEMPO
Os times voltaram do intervalo com a mesma postura. Aos 5, o meia Gabriel saiu lesionado. Entrou o ponta Wellissol. Com isso, Rafinha passou a jogar centralizado no meio-campo. O Coxa abriu o placar aos 7 minutos. Bruno e Thales cometeram falta em Thiago Lopes, perto da área. O próprio Thiago Lopes cobrou com um chute forte, no ângulo, e fez 1 a 0.

Aos 12, saiu Furtado e entrou o centroavante Rodrigo Rodrigues, ex-Atlético-GO. Aos 17, saiu Alemão e entrou o ponta Marcelo. Aos 30, Bruno cometeu falta em Wellissol, levou o segundo amarelo no jogo e, com isso, acabou expulso. O Paraná ficou com um jogador a menos e Kaio foi improvisado na lateral-direita. O Coritiba, que já tinha mais posse de bola antes dessa vantagem, passou a controlar o jogo com facilidade. Aos 45, a última troca no Coxa: saiu Igor Jesus e entrou o zagueiro Rodolfo Filemon.

PARANÁ 0x1 CORITIBA
Paraná: Alisson; Bruno, Thales, Fabrício e Juninho; Jhony Douglas (Kaio) e Gabriel Kazu; Raphael Alemão (Marcelo), Robson e Andrey; Rafael Furtado (Rodrigo Rodrigues). Técnico: Alan Aal
Coritiba: Alex Muralha; Lucas Ramon, Rafael Lima, Sabino e William Matheus;
Matheus Sales; Galdezan (Thiago Lopes), Gabriel (Wellissol), Robson e Rafinha; Igor Jesus (Rodolfo Filemon). Técnico: Barroca
Gol: Thiago Lopes (7-2º)
Expulsão: Bruno (30-2º)
Cartões amarelos: Rafinha, Thiago Lopes, Lucas Ramon (C). Juninho, Bruno, Andrey, Alemão, Thales (P).
Árbitro: José Mendonça da Silva Jr
Público:3.848 pagantes (4.311 total)
Renda: R$ 126.315,00
Local: Vila Capanema

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
10 – Escanteio. Alemão cruza. Jhony Douglas pega rebote da zaga e chuta em cima de Sabino. A bola sobra na cara do gol para Alemão. Muralha sai no tempo certo e abafa o chute.
15 – William Matheus cai na área ao dividir com Alemão e pede pênalti.
16 – Sabino solta a bomba, de longe. Rafinha desvia e a bola passa perto, ao lado.
23 – William Matheus cruza na medida. Robson cabeceia perto, ao lado.
28 – Escanteio. Gabriel cruza. Thiago Lopes cabeceia para a pequena área. Igor Jesus desvia de cabeça e Alisson defende.
30 – William Matheus invade a área e, quase sem ângulo, chuta. Alisson salva com os pés.
31 – Robson enfia. Andrey sai na cara do gol e chuta fraco. Muralha defende. O árbitro marca impedimento. Lance polêmico. A imagem da DAZN dá impressão de mesma linha.
34 – Gabriel cruza. Igor Jesus cabeceia para fora.

Segundo tempo
5 – Andrey lança. Alemão recebe na área e ajeita para Furtado, que não alcança.
7 – Gol do Coritiba. Falta perto da área. Thiago Lopes cobra com um chute forte, no ângulo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES