Campeonato Paranaense

Com gols da base, Athletico vence o Coritiba e amplia série invicta sobre o rival

(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense venceu por 2 a 1 o Coritiba, nessa quinta-feira (dia 6) à tarde, na Arena da Baixada, pela 7ª rodada do Campeonato Paranaense. Com o resultado, o time rubro-negro ficou na 5ª colocação, com 12 pontos em 8 jogos. A equipe alviverde está em 2º lugar, com 13 pontos em 8 jogos. Ao final da primeira fase (11 rodadas), os oito primeiros avançam para as quartas de final.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Coritiba.

GOLS DA BASE
Dois jogadores revelados nas categorias de base do Athletico foram os principais responsáveis pela vitória. O ponta Vitinho, 22 anos, marcou os dois gols – um de cabeça e outro aos 45, em belo chute de fora da área. O primeiro gol foi em assistência perfeita do lateral-direito Khellven, 21 anos, outro prata-da-casa.

SÉRIE INVICTA
O Athletico ampliou sua série invicta sobre o Coritiba. Nos últimos cinco Atletibas, o time alviverde quatro derrotas e um empate (0 a 0 no Couto Pereira). A última vitória do Coxa no clássico foi em 15 de março de 2020, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense, por 4 a 0, contra os aspirantes do Athletico. A última vez que o Coritiba venceu o elenco principal do Athletico foi em 2017, com o placar de 1 a 0 no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro, com gol do zagueiro Márcio.

RIVALIDADE
348 jogos
135 vitórias do Coritiba
112 vitórias do Athletico
101 empates
503 gols do Coritiba
451 gols do Athletico

ESCALAÇÃO DO ATHLETICO
O Athletico decidiu escalar os reservas do elenco principal. Os titulares jogaram na última terça-feira no Peru, pela Copa Sul-Americana. A principal novidade foi o ponta Carlos Eduardo, recuperado de lesão. O esquema tático foi o 4-2-3-1, com a linha de três com Jadson (centro), Carlos Eduardo (esquerda) e Canesin (direita).

ESCALAÇÃO DO CORITIBA
As baixas no Coritiba eram o volante Val, o médio-centro Luiz Henrique, o meia Mattheus Oliveira e o zagueiro Henrique Vermudt, todos em recuperação. O volante Jhony Douglas entrou na vaga de Val. Por opção do treinador, outros três jogadores deixaram o time: Wellington Carvalho, Igor Paixão e Waguininho. Entraram Nathan Ribeiro, Robinho e Cerutti.

O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre, com Robinho centralizado na linha de três, entre os extremos Rafinha e Cerutti. Aos 16, Robinho saiu lesionado e Igor Paixão entrou como extremo. Com isso, Rafinha passou a jogar centralizado.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo foi equilibrado, mas com as melhores chances para o Athletico. O Coritiba viveu seus melhores momentos em cruzamentos de Igor para Léo Gamalho. Já o time mandante teve os cruzamentos de Khellven como principal arma. No total, foram oito boas jogadas ofensivas na primeira etapa – quatro para cada equipe. A chance mais clara foi aos 36, quando Nicolas ajeito para Canesin, que tentou de bicicleta e exigiu grande defesa de Wilson. Aos 42, Cerutti saiu lesionado e entrou o ponta Waguininho. Aos 16, Robinho já havia sido substituído por Igor Paixão, também por lesão.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, a primeira troca no Athletico, com a saída de Denner para a entrada do ponta Vitinho. Com isso, Canesin recuou e virou volante. O esquema seguiu o mesmo. O jogo seguiu com ataques frequentes dos dois lados. O Coritiba perdeu duas chances no início, ambas com Waguininho. O Athletico perdeu duas também – uma com Canesin e outra com Nicolas. Aos 13, porém, o time da casa abriu o placar. Khellven cruzou e Vitinho cabeceou no ângulo. Aos poucos, o Furacão foi conseguindo amarrar o jogo e dificultar a vida do adversário. Aos 28, o time da Arena ficou mais defensivo, com a saída do meia Jadson para a entrada do zagueiro Lucas Halter. O Coritiba teve mais dificuldades para criar pelo centro, mas chegava fácil ao fundo. E empatou aos 33, quando Igor avanço na ponta e cruzou na medida para Waguininho cabecear: 1 a 1. O jogo parecia caminhar para o empate até os 45, quando Vitinho acertou uma bomba no ângulo, de fora da área. Golaço.

ESTREIA
Aos 37, o Athletico trocou os dois laterais, colocando Marcinho e Márcio Azevedo. Marcinho (ex-Botafogo e seleção brasileira) fez sua estreia pelo clube.

ATHLETICO 2x1 CORITIBA
Athletico: Bento, Khellven (Marcinho), Zé Ivaldo, Felipe Aguilar e Nicolas (Márcio Azevedo); Alvarado e Denner (Vitinho); Carlos Eduardo (Reinaldo), Jadson (Lucas Halter) e Canesin; Matheus Babi. Técnico: António Oliveira
Coritiba: Wilson; Igor, Nathan Ribeiro, Luciano Castán e Romário; Jhony Douglas (Matheus Sales) e Willian Farias; Rafinha, Robinho (Igor Paixão) e Cerutti (Waguininho); Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo
Gols: Vitinho (13-2º e 45-2º) e Waguininho (33-2º)
Expulsão: Willian Farias (46-2º)
Cartões amarelos: Alvarado, Canesin (A). Willian Farias, Rafinha (C).
Árbitro: Lucas Paulo Torezin
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
6 – Rafinha chuta de longe. A bola vai para fora.
7 – Babi chuta de fora da área. A bola vai sobre o gol.
13 – Khellven cruza. Babi cabeceia perto, sobre o gol.
23 – Igor cruza. Aguilar dá uma casquinha e tira antes que Léo Gamalho finalize, na cara do gol.
25 – Escanteio. Jadson cruza. Babi cabeceio perto, ao lado.
26 – Igor Paixão cruza. Léo Gamalho cabeceia mal e perde boa chance.
36 – Khellven cruza. Wilson tira. Nicolas pega o rebote na área e cruza. Canesin domina, tenta de bicicleta e acerta o ângulo. Wilson faz grande defesa.
45 – Boa troca de passes do Coritiba. Igor Paixão toca para Igor, livre na área. Ele chuta cruzado e Bento salva.

Segundo tempo
1 – Vitinho invade a área, dribla Igor e rola para Canesin. Livre na área, ele chuta para fora.
2 – Igor cruza. Waguininho entra livre e cabeceia para fora.
6 – Igor bate escanteio. A bola desvia e sobre limpa para Waguininho, que chuta cruzado, para fora.
11 – Khellven cruza. A bola toca na pequena área e engana os zagueiros. Nicolas, livre, cabeceia para fora.
13 – Gol do Athletico. Khellven cruza. Vitinho chega antes que Igor e cabeceia no ângulo.
15 – Wilson se atrapalha. Babi rouba, mas fica sem ângulo. Ele rola para Vitinho, que chuta perto, ao lado.
17 – Waguininho cai na área ao dividir com Aguilar. O Coritiba pede pênalti. O árbitro marca falta de ataque. Lance polêmico.
33 – Gol do Coritiba. Igor cruza da direita. Waguininho sobe entre os zagueiros e cabeceia no canto.
34 – Babi enfia. Vitinho recebe na área e chuta. Wilson segura.
45 – Gol do Athletico. Vitinho solta a bomba de fora da área e acerta o ângulo. Golaço.