Brasileirão

Com gols de pratas-da-casa, Coritiba empata com o Flu e amplia jejum no Couto

(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)

O Coritiba empatou em 3 a 3 com o Fluminense, nessa quarta-feira (dia 20) à noite, no Couto Pereira, pela 31ª rodada do Brasileirão. Os gols do Coxa foram de Luiz Henrique, Natanael e Robson. Com o resultado, o time paranaense ficou em 18º lugar, com 26 pontos, 6 pontos abaixo do Vasco, que é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O Fluminense está em 7º lugar, com 47 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

O time paranaense foi comandado pelo auxiliar Júlio Sérgio, que substituiu o técnico Gustavo Morínigo, em isolamento por Covid-19.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES - notas para os jogadores do Coritiba.

PRATAS-DA-CASA
Os dois primeiros gols do Coxa foram marcados por jogadores revelados nas categorias de base: Luiz Henrique, 21 anos, e Natanael, 19. A diretoria eleita em dezembro prometeu investir em pratas-da-casa e contratou o técnico paraguaio Gustavo Morínigo, que tem histórico de trabalhar com novatos.

ARTILHEIRO
O atacante Robson é o artilheiro do Coxa no Brasileirão 2020, com 8 gols em 29 jogos. Também é o goleador da equipe na temporada, com 12 gols em 43 partidas.

FATOR CAMPO
O Coritiba luta contra um jejum caseiro. A última vitória no Couto Pereira ocorreu em 31 de outubro, contra o Atlético-GO, por 1 a 0. Depois, foram mais sete jogos no local, com quatro derrotas e três empates.

MORÍNIGO
Desde a chegada de Gustavo Morínigo, o Coritiba soma dois empates e uma vitória.

FASE DO FLU
O Fluminense vive fase irregular desde a saída do técnico Odair Hellmann. Sem ele, o time somou duas vitórias, dois empates e três derrotas.

ESCALAÇÃO
As novas baixas no Coritiba eram o zagueiro Sabino (Covid-19) e o volante Ramón Martínez, que rescindiu contrato. Seguem em recuperação e fora de ação: o zagueiro Rhodolfo, o lateral Maílton, o volante Matheus Sales, os meias Mattheus Oliveira e Yan Sasse e o ponta Cerutti. Recuperados de lesão, Rafinha e Galdezani começaram no banco. Rafinha sentiu dores no aquecimento no gramado, minutos antes da partida, e não foi utilizado. O Flu não tinha Ganso, Marcos Paulo e Muriel, todos em recuperação.

ESQUEMA TÁTICO
O esquema tático foi o 4-1-4-1, com Nathan Silva como único volante. A linha de quatro tinha Hugo Moura e Matheus Bueno centralizados, além de Neilton (esquerda) e Luiz Henrique (direita) como extremos. No entanto, Robson e Neilton revezaram e trocaram de posição em certos momentos.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com gol, já aos 2 minutos. Luiz Henrique arriscou de fora da área e acertou no cantinho: 1 a 0. Foi o primeiro gol dele como profissional, seguinda uma das características do trabalho de Morínigo: os arremates de longa distância.

Depois do gol, o Coxa recuou e o Flu tomou conta do jogo. O time carioca levou perigo em bolas lançadas para a área e para as pontas. Aos 19, Calegari recebeu na ponta, invadiu a área e chutou no travessão. O time paranaense reagiu e conseguiu o segundo gol aos 32, em contra-ataque de Matheus Bueno e Hugo Moura para Natanael, que entrou nas costas da defesa e chutou na saída do goleiro. Foi o primeiro gol dele como profissional.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, saiu Matheus Bueno e entrou Galdezani. O esquema seguiu o mesmo. O cenário de antes seguiu no segundo tempo. O Flu continuou dominando, pressionando e chegou ao empate em 25 minutos. O primeiro gol foi aos 13, em jogada de Michel Araújo e gol de John Kennedy. O segundo veio aos 25, em cobrança de falta de Egídio e cabeceio de Fred. O Coxa reagiu rápido e fez outro gol de fora da área, aos 30 minutos. Neilton roubou a bola no ataque e rolou para Robson chutar no canto.

Aos 36, saíram Hugo Moura e Neilton para as entradas do centroavante Ricardo Oliveira e do meia Sarrafiore. O esquema seguiu o 4-1-4-1, com Sarrafiore (direita) e Robson (esquerda) como extremos. O Flu aumentou a pressão e chegou ao empate aos 46, em jogada de Wellington Silva e chute forte de Caio Paulista, de dentro da área. A bola passou entra as pernas do goleiro Wilson.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Coritiba somou 8 finalizações (4 certas), 40% de posse de bola, 79% de acerto nos passes e 2 escanteios. O Flu obteve 20 finalizações (5 certas), 60% de posse de bola, 84% de acerto passes e 12 escanteios. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 3x3 FLUMINENSE
Coritiba: Wilson, Natanael, Nathan Ribeiro, Henrique Vermudt e Guilherme Biro; Nathan Silva; Hugo Moura (Ricardo Oliveira), Matheus Bueno (Galdezani), Luiz Henrique e Neilton (Sarrafiore); Robson. Técnico: Júlio Sérgio (interino)
Fluminense: Marcos Felipe; Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Egídio; Martinelli e Yago Felipe (Nenê); Luiz Henrique (John Kennedy), Michel Araújo e Lucca (Wellington Silva); Fred (Felippe Cardoso). Técnico: Marcão
Gols: Luiz Henrique (2-1º), Natanael (32-1º), John Kennedy (13-2º), Fred (25-2º), Robson (30-2º) e Caio Paulista (46-2º)
Expulsões: Robson (49-2º) e Caio Paulista (49-2º)
Cartões amarelos: Fred, Yago, Martinelli, Calegari (F). Neilton (C).
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Local: Couto Pereira, 20h30

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
2 - Gol do Coritiba. Luiz Henrique arrisca de longe e acerta no cantinho.
13 - Fred recebe no bico da área e ajeita com o peito para Lucca, que chuta perto, ao lado.
19 - Lançamento na ponta-direita. Calegari invade a área e chuta no travessão.
32 - Gol do Coritiba. Matheus Bueno inicia contra-ataque. Hugo Moura lança na ponta. Natanael recebe nas costas da defesa e chuta na saída do goleiro.

Segundo tempo
3 – Lucca bate escanteio. Mattheus Ferraz cabeceia perto, ao lado.
13 – Gol do Flu. Michel Araújo rouba de Neilton, invade a área e chuta cruzado. Wilson espalma. John Kennedy pega o rebote e chuta.
16 – Galdezani chuta de fora da área. O goleiro segura no canto.
25 – Gol do Flu. Falta na esquerda. Egídio cruza. Fred sobe entre os zagueiros e cabeceia no canto.
30 – Gol do Coritiba. Neilton rouba a bola no ataque e rola para Robson, que chuta de fora da área e acerta no cantinho.
46 – Gol do Flu. Bate e rebate na entrada da área. Wellington Silva toca para Caio Paulista na área. Ele chuta forte e a bola passe no meio das pernas de Wilson.