Publicidade
Série B

Coritiba vence de virada e evita vexame no Couto Pereira

O Coritiba venceu por 2 a 1 o São Bento, nessa terça-feira (dia 16), no Couto Pereira, pela 10ª rodada da Série B. Os gols foram da dupla Rafinha e Rodrigão — mais tarde, o gol foi confirmado como de Zé Roberto, contra. Com o resultado, o time paranaense ficou na 9ª colocação, com 15 pontos. A equipe de Sorocaba está em 17º lugar, com 8 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Em relação ao desempenho, o Coritiba repetiu o futebol das rodadas anteriores, com muitos erros individuais, falta de criatividade no setor ofensivo e falhas graves no sistema de marcação. Já no final do primeiro tempo, a torcida vaiou os jogadores — “time sem vergonha” — e xingou o presidente Samir Namur. Apesar de todos os defeitos, o time paranaense teve mais chances, principalmente pela qualidade individual e o esforço da dupla Rafinha e Rodrigão.

Após o apito final, os jogadores correram em direção ao banco de reservas e abraçaram o técnico Umberto Louzer.

O resultado evitou um verdadeiro vexame do Coritiba no Couto Pereira. O time paranaense tem a maior folha salarial da Série B e enfrentou um São Bento fragilizado, que coleciona números pífios em 2019. Em toda a temporada, o time paulista disputou 22 partidas e somou apenas três vitórias. Foi rebaixado no Paulistão e está há cinco jogos sem vencer.

TÉCNICO
Esse foi o 17º jogo do técnico Umberto Louzer no Coritiba, agora com 8 vitórias, 5 empates e 4 derrotas.

ARTILHEIRO
Rafinha, 35 anos, marcou seu primeiro gol desde o retorno ao Coritiba. Ele soma cinco jogos na Série B 2019.

ESCALAÇÃO
O técnico Umberto Louzer não tinha Vitor Carvalho e Juan Alano, suspensos por cartões amarelos, além do lesionado Diogo Mateus. As novidades foram Matheus Sales, William Matheus, Mattioni (não jogava desde março) e Robson, que estreou pelo clube. Ainda sem 100% de condição física, Giovanni e Patrick Brey começaram no banco. Também ficaram na reserva Fabiano, João Vitor e Sávio. O esquema tático era o 4-1-4-1, com Matheus Sales como único volante. A linha de quatro tinha Thiago Lopes (centro), Luiz Henrique (centro), Rafinha (direita) e Robson (esquerda).

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve desempenho irregular do Coritiba, do início ao fim. O time mostrou qualidade em algumas jogadas, mas abusou dos erros na defesa, no meio e no ataque. O São Bento aproveitou uma pane geral da defesa adversária para fazer 1 a 0 aos 11 minutos. Doriva pegou rebote fora da área e chutou no cantinho. O Coxa teve duas grandes chances para empatar em seguida. Aos 16, William Matheus saiu na cara do gol e chutou para fora. Aos 22, Rafinha tocou para Thiago Lopes, na pequena área, tocar “de letra” para fora. O jogo ficou tenso depois disso, com faltas ríspidas e muitas discussões entre jogadores e o árbitro.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, Wilson sentiu uma lesão e foi substituído por Muralha. O Coxa voltou com postura mais ofensiva e com os jogadores mais nervosos, errando ainda mais. Aos 10, saiu Thiago Lopes e entrou o ponta Igor Paixão. Aos 12, saiu Mattioni e entrou o meia Giovanni. Robson virou lateral-direito. Aos 16, Robson cruzou da direita e Rodrigão empatou - depois, o gol foi creditado a Zé Roberto, contra. Mesmo desorganizado, o Coxa seguiu melhor no jogo, contando principalmente com o esforço individual de Luiz Henrique, Rafinha e Rodrigão. O gol da virada veio aos 38, com Rodrigão fazendo o pivô e Rafinha chutando no ângulo.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Coritiba somou 21 finalizações (3 certas), 54% de posse de bola, 82% de acerto nos passes e 5 escanteios. O São Bento obteve 14 finalizações (4 certas), 46% de posse de bola, 73% de acerto nos passes e 6 escanteios. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 2x1 SÃO BENTO
Coritiba: Wilson (Alex Muralha); Felipe Mattioni, Walisson Maia, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Luiz Henrique, Thiago Lopes (Igor Paixão), Rafinha e Robson; Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer
São Bento: Henal; Pablo, Guilherme Mattis, Wesley e Guilherme Romão; Doriva; Vinícius Kiss, Fabrício Oya (Paulinho Ferreira), Cafu e Minho (Paulinho Boia); Zé Roberto (Rafael Silva). Técnico: Doriva
Gols: Doriva (11-1º), Zé Roberto (contra, 16-2º) e Rafinha (38-2º)
Cartões amarelos: Wesley, Minho, Vinícius Kiss, Pablo, Paulinho Boia (SB). Thiago Lopes, Walisson Maia, Giovanni, Rafinha (C).
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Público: 19.589 pagantes
Local: Couto Pereira

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 - Rafinha cruza rasteiro. Rodrigão recebe na área, gira e chuta prensado. O goleiro segura.
3 – Walisson Maia recua 'na fogueira'. Wilson toca com a mão na bola, antes da chegada do atacante. O árbitro marca falta indireta dentro da área. Na cobrança, Oya erra o passe.
9 – Mattioni cruza. Rodrigão chuta ao lado.
11 – Gol do São Bento. Cruzamento da direita. Pane geral da defesa. Matheus Sales tira mal. Doriva pega o rebote fora da área, solta a bomba e acerta o cantinho.
16 – Robson enfia. William Matheus sai na cara do gol e tenta o toquinho por cobertura. A bola vai ao lado.
20 – Minho chuta de fora da área. Wilson defende no centro.
21 – Rafinha rola para Thiago Lopes, que chuta de fora da área. Henal segura.
22 – Rafinha dribla na área e rola para Thiago Lopes, na pequena área. Ele tenta 'de letra'. A bola passa perto, ao lado.
50 – Falta na esquerda. A zaga do São Bento tira. Robson pega o rebote fora da área e chuta ao lado.

Segundo tempo
5 – Zé Roberto invade a área e chuta cruzado. Muralha espalma.
9 – Rafinha rola para Luiz Henrique, na área. Ele chuta perto, sobre o gol.
10 – Bola longa. Muralha tromba com Mattioni. A bola sobra para Minho, que rola para Oya. Ele chuta e Sabino salva em cima da linha.
16 – Gol do Coritiba. Robson cruza da direita. Rodrigão cabeceia. O goleiro defende parcialmente, mas a bola bate em Zé Roberto e entra no canto.
38 – Gol do Coritiba. Rodrigão recebe na área, faz o pivô e rola para Rafinha chutar no ângulo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES