Em casa

Com interino, Santos goleia time boliviano na Libertadores e reage na temporada

(Foto: Ivan Storti / Santos FC / Flickr)

O Santos ainda está vivo na Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira, o time paulista conseguiu seus três primeiros pontos no Grupo C ao golear o The Strongest por 5 a 0, na Vila Belmiro. É fato que enfrentou em casa o pior time da chave, que pouco acrescenta à competição, mas o time da casa se mostrou eficiente. Na próxima terça-feira, também na Vila, a disputa certamente será mais indigesta. O adversário será o Boca Juniors.

O Santos começou o jogo ganhando por 1 a 0. Isso porque na primeira jogada, logo aos 50 segundos, Gabriel Pirani recebeu pela esquerda e cruzou na área. Marcos Leonardo não alcançou, mas Marinho, que entrava por trás da zaga, não desperdiçou.

A vantagem e a fraqueza do adversário deram tranquilidade ao Santos, e tiraram a pressão de entrar na partida sem ponto conquistado. Com isso, o time brasileiro passou a dominar a partida, até porque os bolivianos, sempre que tentavam alguma jogada ofensiva, tinham dificuldade de finalizar.

O segundo gol santista era questão de tempo e saiu aos 25 minutos. Jean Mota fez belo lançamento para Felipe Jonathan que, na área, ajeitou para trás para a entrada de Pirani. O meia bateu de primeira e marcou.

Atordoado, o The Strongest viu o Santos chegar com Marinho, Pirani e Marcos Leonardo, até que, aos 42 minutos, Vinícius Balieiro ampliou. Ele pegou a bola no meio-campo, foi avançando e, da entrada da área, colocou no canto do goleiro Vaca.

O primeiro tempo terminou com a vitória do Santos mais do que garantida, a ponto de o técnico interino Marcelo Fernandes já começar a poupar jogadores no intervalo. Ele trocou Pará por Madson e também colocou Kaio Jorge no lugar de Marcos Leonardo.

Na etapa final, o panorama da partida não se modificou. E o quarto gol não demorou muito. Saiu aos 13 minutos, após grande jogada de Marinho, que pegou a bola na defesa, saiu em velocidade, deu belo drible em um zagueiro e serviu para Lucas Braga bater rasteiro e marcar.

Após o gol, o ritmo do Santos caiu, e com isso o próprio ritmo do jogo. O time da Bolívia chutou uma bola na trave com Castillo, aos 19 minutos, mas nada que preocupasse os brasileiros - o The Strongest acabou acertando novamente a trave num chute de Pastor. Marcelo Fernandes fez outras alterações, mas o time continuou criando oportunidades de gol.

E acabou chegando ao quinto. O volante Kelvin Malthus, que entrara pouco antes, acertou um belo chute no canto de Vaca e ampliou a goleada.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 5 x 0 THE STRONGEST

SANTOS - João Paulo; Pará (Madson), Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonathan (Copete); Balieiro (Kelvin Malthus), Gabriel Pirani e Jean Mota; Marinho, Marcos Leonardo (Kaio Jorge) e Lucas Braga (Ângelo). Técnico: Marcelo Fernandes (interino).

THE STRONGEST - Daniel Vaca; Saul Torres, Castillo, Valverde e José Sagredo (Mateos); Wayar, Ramiro Vaca, Arrascaita (Chura) e Cardoso (Pastor); Reinoso (Blackburn) e Willie. Técnico: Gustavo Florentín.

GOLS - Marinho, aos 50 segundos, Pirani, aos 25, e Balieiro, aos 42 minutos do primeiro tempo. Lucas Braga, aos 14, e Kelvin Malthus, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Arrascaita, Kaiky, Wayar.

ÁRBITRO - Christian Garay (Chile).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).