Com Lakers em perigo, Anthony Davis fala sobre fugir do 'play-in': 'É divertido'

Após anotar a sua maior pontuação na temporada regular em uma vitória crucial contra o Phoenix Suns, segunda melhor campanha de toda a NBA, o ala-pivô Anthony Davis, astro do Los Angeles Lakers, elogiou uma característica que o "play-in" (fase anterior aos playoffs) trouxe de novidade para a liga: manteve as partidas mais competitivas até a pós-temporada.

Para os Lakers então, nem se fala. A quatro jogos do final da temporada regular, o atual campeão é o primeiro na zona de classificação para a fase preliminar dos playoffs na Conferência Oeste. E está uma vitória atrás do sexto colocado, o Portland Trail Blazers.

"Tem sido divertido, para ser honesto", afirmou Davis em entrevista à ESPN americana. "Fomos uma excelente equipe no ano passado e essa é a primeira vez desde que eu cheguei aqui que damos de cara com um desafio como esse. É um desafio diferente para nós", acrescentou.

A importância da partida, vencida por 123 a 110, parece ter motivado Davis. No domingo, contra os Suns, ele quebrou um recorde da franquia ao anotar ao menos 42 pontos, 12 rebotes, cinco assistências, três tocos e três roubos de bola - sua exata pontuação em 41 minutos disputados.

O resultado ainda foi importante para afastar a má fase da equipe, que vinha de oito derrotas em suas últimas 10 partidas. Davis esteve em quadra em nove delas, mas o rendimento foi pior do que nas nove semanas que o craque ficou fora em razão de lesões na panturrilha e no tendão de Aquiles da perna direita.

Duas dessas derrotas foram nas primeiras partidas de LeBron James após seis semanas fora com uma torção no tornozelo. E, para piorar, o astro voltou a sentir dores na região e virou desfalque novamente. No entanto, seu retorno, no confronto contra o New York Knicks, nesta terça-feira, está em aberto.

A ausência do ala alemão Dennis Schroder, em razão dos protocolos de segurança da covid-19, agrava a situação dos Lakers. Mas, de acordo com o treinador Frank Vogel, é possível extrair algo positivo de tudo isso. O que inclui a participação no "play-in", regulamento que LeBron classificou como uma "m...". "Eu acho que ninguém comenta o lado bom. Nas últimas semanas, nos dois últimos jogos, disputamos cada posse de bola como se fosse a última. É assim que funciona nos playoffs", declarou o técnico.

"É essa a intensidade. Às vezes você se classifica de forma precoce e isso tem um preço. Você não está tão afiado como a competição necessita. Mas a urgência com que jogamos agora, eu acho, refletiu nos desempenhos de Anthony (Davis) nas últimas partidas e isso beneficia todo o grupo", complementou Vogel.

A expectativa da equipe crescer na pós-temporada fica ainda maior depois da declaração que Kentavious Caldwell-Pope deu sobre a forma física atual de LeBron. "Ele está pronto para os playoffs, só olhar os treinos. Consigo ver que ele está se doando para ficar 100% fisicamente. Ele está mostrando isso em cada exercício, enterrada, só de ver isso ficamos muito animados".