Publicidade
Caminhadas seguras

Com nova iluminação de led, Parque Tingui ganha 'vida noturna'

(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

Os 4,5 mil metros da pista de caminhada do Parque Tingui, no bairro São João, estão recebendo nova iluminação. A Prefeitura, por meio do Departamento de Iluminação da Secretaria de Obras Públicas, está instalando 226 postes e luminárias com lâmpadas de led de 60 watts.

Esta é mais uma instalação que faz parte do programa de ampliação da rede de distribuição de energia elétrica iniciada em 31 de julho e que, até dezembro, implantará nova iluminação pública em 15,6 quilômetros de vias da cidade. Serão instalados 453 pontos de iluminação em 53 bairros.

“Com esta nova iluminação, mesmo à noite o Parque Tingui pode ser ainda visitado. São 4,5km de luminárias de led nas pistas de caminhada ao longo de todo o parque. Caminhar no parque é muito bom para a saúde e com a nova iluminação vai ficar mais prazeroso e seguro”, afirmou o prefeito Rafael Greca, que esteve no local na noite desta terça-feira (23/10).

Além da pista de caminhada que contorna todo o parque e o Memorial Ucraniano, o estacionamento vai receber nove postes, seis duplos e três simples, com luminárias de led de 75w.

Esta era uma reivindicação dos usuários do parque. "Fizemos um projeto luminotécnico e agora está sendo implantada esta nova rede que visa garantir a segurança e o conforto visual para quem utiliza o parque à noite, atendendo assim às necessidades da população”, disse Toni Malheiros, diretor de Iluminação Pública da Secretaria de Obras Públicas.

A Prefeitura está investindo R$ 739,5 mil em toda a cidade, recursos vindos da contribuição de iluminação pública que todos pagam para manter e melhorar o sistema de Curitiba. Ela é cobrada na fatura de energia elétrica.

As ruas atendidas foram definidas de acordo com os pedidos feitos pela população nas consultas públicas do programa Fala Curitiba e das demandas que chegam pela Central 156, além daquelas encaminhados às administrações regionais.

Tudo também é aprovado pela Copel, concessionária do serviço que tem como padrão normas estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O cronograma de execução dos serviços também é definido com a Copel.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES