Brasileirão

Com novidade tática, Athletico vence, sobe para 10º lugar e derruba série invicta do líder

Christian comemora o primeiro gol do Athletico sobre o Galo
Christian comemora o primeiro gol do Athletico sobre o Galo (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Mauricio Mano)

O Athletico Paranaense venceu por 2 a 0 o Atlético Mineiro, nessa quarta-feira (dia 18) à noite, no Mineirão, em partida adiada da 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram de Christian e Nikão. Com o resultado, o time paranaense chegou à terceira vitória consecutiva e subiu para 10º lugar, com 25 pontos, deixando a zona de rebaixamento. A equipe mineira segue na liderança, com 38 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

NOVIDADE TÁTICA
O técnico Paulo Autuori apresentou duas novidades táticas: o ponta Nikão jogou como meia ofensivo centralizado e o meia Fernando Canesin atuou como extremo, pela direita. E os dois jogadores foram os dois melhores em campo.

SÉRIA INVICTA COMO MANDANTE
O Atlético-MG é o melhor mandante do Brasileirão (8 vitórias, 2 empates e 1 derrota) e não perdia como mandante desde fevereiro (derrota para a Caldense). Foi o fim de uma série invicta de 15 jogos sem perder em casa (13 vitórias e 2 empates).

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Athletico mostrou excelente organização defensiva e muita intensidade física, anulando as principais jogadas do adversária. Adotou uma postura em bloco médio no primeiro tempo e fez 2 a 0. Na segunda etapa, com a vantagem no placar, recuou e mostrou qualidade nos contra-ataques. O Galo abusou dos cruzamentos, das bolas longas e dos chutes de fora da área. E errou demais nos momentos que exigiam mais qualidade técnica (dribles curtos e passes em profundidade).

PODER OFENSIVO
O Furacão segue com o pior ataque da competição, com 18 gols marcados em 21 jogos. O Galo continua com o melhor ataque (37 gols em 21 jogos).

ARTILHEIROS
Christian e Nikão marcaram pela primeira vez no Brasileirão 2020. Christian soma agora 5 gols em 28 jogos em 2020, contando todas as competições. Nikão tem 7 gols em 24 jogos no total da temporada.

ESCALAÇÃO DO FURACÃO
Os desfalques no Athletico eram Carlos Eduardo, Márcio Azevedo, Jonathan, Lucho González e Vitinho, lesionado. As novidades foram as entradas do ponta Reinaldo, do meia Canesin e do volante Richard nos lugares de Carlos Eduardo, Cittadini e Wellington. Na parte tática, a novidade era na fase defensiva, com Nikão centralizado e Canesin aberto na direita.

ESCALAÇÃO DO GALO
O Atlético-MG enfreta um surto de Covid-19 no seu departamento de futebol. O técnico Sampaoli, o auxiliar Jorge Desio e os preparadores físicos Pablo Fernandez e Marcos Fernandez testaram positivo e estão em isolamento. O time foi comandado por Leandro Zago. Os jogadores afastados por esse motivo são Sávio, Alan Franco, Guga, Victor, Réver, Allan, Vargas e Gabriel. Outras baixas eram Diego Tardelli e Mariano (lesionados); e Junior Alonso e Savarino (seleções).

PRIMEIRO TEMPO
O início foi equilibrado, com poucas jogadas ofensivas e muita disputa física. O Galo não conseguiu aplicar pressão na saída de bola adversária, nem se aproximar da área de ataque. O Furacão mostrou boa organização defensiva e muita intensidade física. E soube levar perigo nas jogadas pelos lados do campo. O time paranaense abriu o placar em boa jogada pela direita, aos 34. Erick lançou, Canesin cruzou na medida e Christian chutou no canto: 1 a 0. O segundo gol veio aos 45, em contra-ataque iniciado por Thiago Heleno, armado por Renato Kayzer e que terminou com chute de Nikão no ângulo: 2 a 0.

SEGUNDO TEMPO
Depois do intervalo, o Galo voltou com duas substituições e mais ofensivo. O Furacão acabou recuando e sofrendo alguma pressão, mas construiu bons contra-ataques e teve duas chances para ampliar o placar. Aos 20, saiu Richard e entrou o volante Wellington. Aos 31, Canesin saiu para a entrada de Cittadini . Nos minutos finais, aos 38, Autuori fez mais três substituições, com as entradas de Bissoli, Zé Ivaldo e Fabinho.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Athletico somou 10 finalizações (7 certas), 36% de posse de bola, 77% de acerto nos passes e 1 escanteio. O Atlético-MG obteve 21 finalizações (6 certas), 64% de posse de bola, 86% de acerto passes e 9 escanteios. Os números são do site Sofascore.

ATLÉTICO 0x2 ATHLETICO
Atlético-MG: Everson, Bueno, Talison, Igor Rabello e Arana; Jair, Hyoran (Nathan) e Zaracho (Calebe); Sasha, Keno e Marrony (Dylan). Técnico: Leandro Zago
Athletico: Santos; Erick, Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner; Richard (Wellington), Christian, Nikão (Zé Ivaldo), Canesin (Cittadini) e Reinaldo (Fabinho); Renato Kayzer (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori
Gols: Christian (34-1º) e Nikão (45-1º) 
Cartões amarelos: Richard , Christian (CAP). Bueno (CAM)
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Local: Mineirão

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
3 - Reinaldo dribla um, invade a área e chuta cruzado. O goleiro salva.
19 - Contra-ataque do Galo. A bola chega até Marrony, na área. Ele chuta sobre o gol.
24 - Canesin enfia. O zagueiro escorrega e a bola sobra para Kayzer, na área. Ele chuta cruzado. A bola raspa a trave.
34 - Gol do Athletico. Canesin dispara na ponta-direita e cruza na medida para Christian, livre na área. Ele chuta no canto.
36 – Arana chuta forte, da entrada da área. Santos defende.
38 – Richard chuta de fora da área. O goleiro segura.
44 - Abner invade a área e erra o cruzamento.
45 - Gol do Athletico. Thiago Heleno lança. Kayzer domina no círculo central e aciona Nikão, que avança até a meia-lua e chuta no ângulo.

Segundo tempo
2 - Calebe faz boa jogada. Arana chuta de dentro da área. Santos salva.
3 - Cruzamento da direita. Keno cabeceia para fora.
4 - Canesin intercepta e toca para Nikão, que avança e chuta de fora da área. A bola passa perto.
7 - Kayzer puxa o contra-ataque e aciona Richard. Ele chuta perto, ao lado.
16 – Arana chuta da meia-lua. Santos defende.
17 – Boa jogada do Galo. Sasha recebe na área e chuta de voleio. Santos defende.
32 – Keno chuta de fora da área. Santos segura.
40 - Fabinho cruza. Bissoli recebe livre na área e chuta. O goleiro rebate. Cittadini não aproveita.
44 – Cittadini recebe na área e ajeia para Bissoli, que chuta no canto. O goleiro defende.