Assine e navegue sem anúncios [+]
Libertadores

Com novo esquema e gol de Walter, Athletico conquista vitória histórica na altitude

Lucho González comemora o primeiro gol do Athletico na partida
Lucho González comemora o primeiro gol do Athletico na partida (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Fabio Wosniak)

O Athletico Paranaense venceu por 3 a 2 o Jorge Wilstermann, nessa terça-feira (dia 15) à noite, na altitude de 2.560 metros de Cochabamba, na Bolívia, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores de 2020. Com o resultado, o time brasileiro passou a dividir a liderança do Grupo C com o Colo-Colo, ambos com 6 pontos. O Furacão fica à frente no critério de desempate. A equipe boliviana e o Peñarol estão com 3 pontos.

Os gols da vitória foram de Lucho González, Christian e Walter.

Nas próximas duas rodadas, o Athletico joga duas vezes em casa: contra Colo-Colo e Jorge Wilstermann.

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Athletico fez uma boa partida, principalmente considerando o fator altitude. Como o novo esquema, os laterais (Jonathan e Márcio Azevedo) atacaram o tempo todo e tiveram boas opções para cruzar, já que Lucho, Fabinho e Geuvânio conseguiram confundir a marcação adversária. Sem a bola, o Furacão teve dificuldades, principalmente nas bolas longas e nos cruzamentos do Wilstermann.

TABU
O Athletico conquistou sua primeira vitória na altitude em competições oficiais em toda história. Nas seis vezes anteriores que jogou acima de 2.000 metros, somou cinco derrotas e um empate.

No total, o Jorge Wilstermann já disputou 20 edições da Libertadores e, como mandante, soma 32 vitórias, 16 empates e 14 derrotas. Desde 2017, o time boliviano teve 12 jogos em casa na competição e só perdeu duas vezes (para o Tolima, em 2019, e para o Athletico, nessa terça-feira). Nas demais partidas, oito vitórias e dois empates.

FASES
O Jorge Wilstermann não jogava desde 14 de março, quando ocorreu a pausa provocada pela pandemia do coronavírus. Já o Athletico disputou 17 partidas desde o retorno das competições, em 19 de julho.

ESCALAÇÃO
Os cinco desfalques do Athletico eram Cittadini, Nikão, Vitinho e Thiago Heleno, todos em recuperação, além de Jandrei, suspenso. A novidade na escalação era Lucho González.

ESQUEMA TÁTICO
O esquema tático também era novidade. O time usou o 4-1-2-1-2 para atacar, com Wellington como único volante e Lucho como '1', entre os meias (Christian e Erick) e os atacantes (Geuvânio e Fabinho). Sem a bola, o time mantinha Lucho e Fabinho à frente e formava duas linhas de quatro atrás — o meio-campo tinha Geuvânio (direita), Christian (esquerda), Wellington (centro) e Erick (centro).

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo começou com domínio do Wilstermann, que adotou ritmo intenso desde o início, insistindo em cruzamentos e lançamentos. A estratégia deu certo. Além de criar quatro boas jogadas, o time boliviano abriu o placar aos 10 minutos, em lançamento de Melgar, falha da defesa, furada de Santos e finalização de Gilbert Álvarez. O Athletico pouco atacou no começo e só levou perigo em dois cruzamentos de Márcio Azevedo, ambos finalizados de cabeça por Lucho. A partir do 35 minutos, porém, o time paranaense começou a atacar com frequência e chegou ao empate aos 40. Fabinho foi derrubado na área durante cobrança de escanteio. Pênalti. Lucho cobrou e converteu: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO
O Athletico não conseguiu segurar o ímpeto do adversário no retorno do intervalo. O mandante fez 2 a 1 aos 11 minutos, após uma série de cruzamentos. Serginho aproveitou e chutou no canto. Aos 18, as primeiras substituições no Furacão, com as entradas do meia Ravanelli e do atacante Pedrinho. O empate veio com golaço de Christian, que disparou do meio-campo, fez boa tabela com Fabinho e chutou na saída do goleiro.

Nos minutos finais, entraram no Athletico o lateral Abner, o ponta Carlos Eduardo e o centroavante Walter. Aos 43, Serginho foi expulso por falta em Carlos Eduardo e deixou o Wilstermann com um jogador a menos. O jogo já parecia liquidado, mas o time paranaense conseguiu a vitória aos 47, com cruzamento de Jonathan e chute de Walter.

Foi o primeiro gol de Walter desde o retorno dele ao clube.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Athletico somou 14 finalizações (7 certas), 53% de posse de bola, 84% de acerto nos passes e 3 escanteios. O Wilstermann obteve 15 finalizações (6 certas), 47% de posse de bola, 82% de acerto passes e 7 escanteios. Os números são do site Sofascore.

J.WILSTERMANN 2x3 ATHLETICO
J.Wilstermann: Giménez; Orfano, Zenteno, Benegas e Aponte; Justiniano e Melgar (Torrico); Patito Rodriguez (Arrascaita), Cristian Chávez e Serginho, Gilbert Álvarez (Pedriel). Técnico: Cristian Leonel Díaz
Athletico: Santos, Jonathan, Felipe Aguilar, Pedro Henrique e Márcio Azevedo (Abner); Wellington, Erick, Christian (Walter) e Lucho González (Ravanelli); Geuvânio (Pedrinho) e Fabinho (Carlos Eduardo). Técnico: Eduardo Barros
Gols: Gilbert Álvarez (10-1º), Lucho (39-1º), Serginho (11-2º), Christian (28-2º) e Walter (47-2º)
Expulsão: Serginho (43-2º)
Cartões amarelos: Orfano, Aponte, Cristian Chávez (JW). Erick, Christian (A)
Árbitro: Angelo Hermosilla (Chile)
Local: Estádio Felix Capriles, em Cochabamba-BOL

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
5 - Falta na direita. Serginho cruza. Zenteno entra livre, mas chuta para fora.
6 - Lucho aproveita rebote dentro da área e chuta para longe.
7 - Patito invade a área e chuta. Pedro Henrique bloqueia.
8 - Serginho rola para Melgar chutar forte. Santos espalma.
10 - Gol do Wilstermann. Melgar lança. A zaga para. Gilbert Álvarez entra livre, passa por Santos e toca para o gol vazio.
16 - Chávez cobra falta e quase acerta o ângulo. Santos manda para escanteio.
18 - Marcio Azevedo enfia. Lucho quase alcança, na cara do gol. O goleiro segura.
30 - Márcio Azevedo cruza. Lucho cabeceia. O goleiro espalma.
36 - Patito cruza. Gilbert Álvarez cabeceia. Santos segura.
37 - Escanteio. Aponte derruba Fabinho na área. Pênalti.
39- Gol do Athletico. Lucho cobra o pênalti à direita do goleiro, que não alcança.
42 - Falta na direita. Christian cruza. Erick cabeceia no centro. O goleiro espalma.

Segundo tempo
1 - Erick lança. Fabinho domina na área e chuta ao lado.
11 - Gol do Wilstermann. Patito tabela na área e cruza. Na cara do gol, Serginho chuta no canto.
28 - Gol do Athletico. Christian dispara do meio-campo, tabela com Fabinho, recebe na área e chuta no canto.
36 – Arrascaita cruza da direita. Pedriel cabeceia no canto. Santos salva em cima da linha.
47 – Gol do Athletico. Jonathan cruza da direita. Walter domina na área e chuta no canto.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK