Fornecedores

Com número recorde de lances, Prefeitura economiza 22% com leilão de dívidas

A Prefeitura de Curitiba obteve um desconto médio de 22% na última edição do leilão de dívidas, que foi feito na sexta-feira (8/6) pelo sistema online E-compras do município. O valor total dos 15 lotes era de R$ 10 milhões. Com o leilão, o valor desembolsado pelo município foi de R$ 7,8 milhões, o que significou uma economia de R$ 2,2 milhões. O valor abatido é suficiente, por exemplo, para construir uma Unidade de Saúde de pronto atendimento.

Os leilões de dívidas fazem parte do Plano de Recuperação de Curitiba, lançado no ano passado para reequilibrar as finanças do município. Os pregões quitam pendências com fornecedores que têm mais de R$ 300 mil para receber referentes a dívidas de 2016 para trás. Ao todo, cerca de R$ 125 milhões em dívidas se enquadram nesse perfil.

No pregão desta sexta-feira (8/6) o número de lances válidos foi recorde, com um total de 817. As dívidas leiloadas nessa edição são com fornecedores de setores como segurança, construção, alimentação e limpeza, dentre outros. 

“O leilão se confirma como instrumento importante para que o município possa economizar no pagamento das dívidas que foram deixadas pela gestão anterior”, explicou o secretário Municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento, Vitor Puppi.

“Para o credor, por outro lado, há a vantagem de poder receber antecipadamente. Com os bons resultados dos leilões que estamos fazendo, acredito que muito em breve poderemos quitar esses compromissos”, completou Puppi.

Apesar da média de desconto ter sido de 22% nessa edição, a redução atingiu a 26,5% em uma dívida de R$ 430 mil, que foi quitada.

Com os leilões realizados até agora, a Prefeitura conseguiu uma economia de R$ 8,2 milhões. Os descontos nas edições anteriores homologadas foram 19,28%, 18,27% e 24,52%.

Vence cada lote o credor que oferecer o maior desconto, sendo que as empresas podem participar de todos os lotes.  A partir da homologação do leilão, há prazo de 30 dias para o pagamento pela Prefeitura.