Publicidade

Com portões fechados, testes e questionários, Dinamarca retoma futebol nesta 5ª

Depois da volta do Campeonato Alemão, nesta quinta-feira será a vez de um país vizinho retomar a liga local. A Dinamarca retoma o calendário após quase 80 dias de paralisação com uma série de cuidados médicos para os clubes, desde a adoção dos portões fechados para as partidas até mesmo a aplicação de questionários para consultar se os atletas apresentam algum sintoma do novo coronavírus.

O retorno do país ao futebol é um feito importante porque um dos clubes locais chegou a ter uma grande preocupação com a doença. O Brondby colocou mais de 15 jogadores em quarentena em março após um ex-atleta do time, Thomas Kahlenberg, ter ido ao vestiário da equipe antes de uma partida. Kahlenberg foi um dos casos positivos confirmados na Dinamarca, mas nenhum dos atletas do Brondby chegou a ter complicações.

A liga retorna com o Midtjylland na liderança e com um jogador brasileiro do time bastante ansioso pela oportunidade de voltar a jogar. O zagueiro Paulinho disse ao Estadão que o clube adotou vários procedimentos novos para propiciar o retorno aos gramados. "Antes de cada treino a gente tem de medir nossa febre em casa, responder um questionário sobre dor na cabeça, dor no corpo e se tem algum outro sintoma. Temos de mandar tudo para o médico. Se sentir algo diferente, você não treina", contou.

Paulinho explica que o clube tem uma atenção especial aos estrangeiros do elenco. Todas as orientações de procedimentos médicos e de controle de aglomeração são explicados tanto em dinamarquês como em inglês, para que todos possam entender. Nos treinos iniciais após a paralisação, os jogadores trabalharam em grupos de até seis pessoas e ficaram confinados em hotéis, para evitar a circulação nas ruas.

Apesar de estar com restaurantes abertos na rua e uma rotina bem próxima da normal, a Dinamarca não terá torcedores no estádio. Para Paulinho, há também uma vantagem em não ter o público nesses próximos compromissos. "Nosso time vai poder se orientar mais dentro de campo, porque vamos conseguir nos ouvir mais, já que não vai ter o barulho da torcida. Temos de usar isso da melhor maneira possível", comentou.

O time dele, o Midtjylland, lidera a competição com 12 pontos de vantagem sobre o vice-líder, o Copenhagen. Restam duas rodadas para o início dos playoffs, que reúnem as seis equipes mais bem classificadas. O jogo que marca a retomada da competição será nesta quinta entre AGF e o Randers. A equipe de Paulinho só tem compromisso na segunda-feira, em casa, contra o Horsens.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES