Série B

Com previsão de Couto lotado, Coritiba enfrenta 'mega freguês' neste domingo

O ponta João Vitor: opção para o lugar de Igor Paixão, suspenso
O ponta João Vitor: opção para o lugar de Igor Paixão, suspenso (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba pode garantir matematicamente o acesso para a primeira divisão nesta 36ª da Série B. Neste domingo (dia 14) às 18h15, o time recebe o Brasil-RS, no Couto Pereira. Se vencer e contar com tropeços de Goiás e CRB, a equipe paranaense já estará garantida na Série A de 2022.

O adversário do Coxa, o Brasil de Pelotas, já está matematicamente rebaixado à Série C. É o lanterna da competição, com 23 pontos em 35 jogos. E ainda não venceu como visitante — foram cinco empates e 12 derrotas longe de Pelotas.

Além do fraco retrospecto atual, o fator histórico também pesa a favor do Coritiba. O time paranaense nunca sofreu um gol e nunca perdeu pontos para o Brasil-RS. É um 'mega freguês'. Foram sete duelos entre os dois clubes, com sete vitórias do Coxa, 11 gols marcados e nenhum sofrido. O primeiro confronto entre eles foi em 1978, pela Série A. O último ocorreu em 2021, em agosto, pelo primeiro turno da Série B. Os dados são do site História do Coritiba.

COUTO LOTADO
A previsão é de Couto Pereira lotado (ou muito cheio) neste domingo. O clube lançou duas promoções. Quem comprar ingresso (o mais barato custa R$ 50) ganha entrada gratuita para a partida contra o CSA, em 21 de novembro. A outra é para sócios, que podem levar dois amigos gratuitamente na partida. Clique aqui para saber tudo sobre as promoções e acesso ao estádio.

O clube paranaense informou na última quinta-feira que chegou à marca de 18 mil sócios.

No último jogo em casa, em 3 de novembro, o Coritiba levou 16.886 pagantes ao Couto Pereira.

Agora, o Couto está com capacidade total liberada, ou seja, 40 mil lugares. A estimativa é que, até a tarde desse sábado (dia 13), 20 mil lugares já estavam reservados no estádio (ou seja, a soma de ingressos vendidos com sócios que fizeram o check-in).

ESCALAÇÃO
O ponta Igor Paixão está suspenso por cartões amarelos neste domingo. Ele é o segundo do Coritiba que mais participou diretamente em gols, com 11 (seis gols marcados e cinco assistências). Só fica atrás do centroavante Léo Gamalho, com 13 (dez gols e três assistências).

Durante os jogos, os substitutos imediatos de Igor Paixão são os pontas Gui Azevedo e João Vitor. No entanto, é possível que o técnico Gustavo Morínigo coloque Waguininho e Rafinha nas pontas, com Robinho centralizado. O treinador vem usando o esquema tático 4-2-3-1 desde o início da Série B.

CORITIBA x BRASIL
Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias e Val (Matheus Sales); Waguininho, Robinho (Rafinha) e Rafinha (Gui Azevedo ou João Vitor); Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo
Brasil: Marcelo; Oliveira, Ícaro, Leandro Camilo e Paulinho; Diego Gomes, Bruno Matias e Renatinho; Rildo, Patrick e Erison. Técnico: Jerson Testoni
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Local: Couto Pereira, domingo às 18h15
TV: Sportv e Premiere