Copa Sul-Americana

Com show da dupla Nikão-Terans, Athletico goleia o América e está nas quartas

(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense está nas quartas de final da Copa Sul-Americana 2021. A classificação foi garantida nessa terça-feira (dia 20) à noite, na Arena da Baixada, com a vitória por 4 a 1 sobre o América de Cali, na partida de volta das oitavas de final. No confronto de ida, na Colômbia, o time paranaense venceu por 1 a 0. Com isso, só precisva de um empate para ficar com a vaga.

Agora, nas quartas de final, o Athletico vai enfrentar a LDU, do Equador, que eliminou o Grêmio.

Os gols da vitória foram de Vitinho (2), Nikão e Canesin. Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

DESEMPENHO
A dupla Nikão e David Terans deu show na Arena. Com trocas de passes rápidas e inteligentes, os dois comandaram a vitória do Athletico. O América de Cali mostrou boa organização na maior parte do tempo e conseguiu incomodar em alguns momentos. No entanto, o time paranaense foi superior em quase todo jogo e, além dos três gols, teve uma bola na trave e mais quatro chances claras desperdiçadas.

ARTILHEIRO
O ponta Vitinho é o artilheiro do Athletico na temporada 2021 (8 gols em 24 jogos) e também na Sul-Americana (4 gols em 8 jogos).

Nikão é o líder em assistências do time na temporada, com 5 passes para gols (empatado com Khellven e Marcinho). E ele é o vice-artilheiro da equipe na temporada, com 6 gols em 19 jogos.

COTAS
A Copa Sul-Americana paga suas cotas por participação em cada fase. O Athletico já acumulou US$ 2 milhões (R$ 10,4 milhões na cotação atual): US$ 900 mil pela fase de grupos, mais US$ 500 mil pelas oitavas de final e mais US$ 600 mil pelas quartas.

SÉRIES INVICTAS
A equipe principal do Athletico não perde em casa desde 12 de dezembro de 2020 — 1 a 0 para o Atlético-MG, pela 25ª rodada do Brasileirão. Desde então, só a equipe de aspirantes perdeu em casa – para Operário e Londrina, no Paranaense 2021.Pela Sul-Americana, o Athletico não perde na Arena desde as quartas de final de 2018, quando levou 1 a 0 no tempo normal, mas avançou nos pênaltis. Depois daquele jogo, foram mais cinco partidas pela competição em Curitiba, com quatro vitórias do Furacão e um empate.

ESCALAÇÃO
As baixas no Athletico eram o volante Richard (Covid), o goleiro Santos (seleção olímpica) e o lateral-esquerdo Abner (seleção olímpica). O técnico António Oliveira usou o esquema tático 4-2-3-1, com Christian e Cittadini como volantes. A linha de três tinha Terans (centro), Nikão (direita) e Vitinho (esquerda).

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve o América com marcação avançada e controle do meio-campo. O Athletico ficou recuado por 20 minutos e teve dificuldades para trabalhar a bola. Quando conseguiu furar esse bloqueio, chegou ao gol. Aos 25, Pedro Henrique ganhou pelo alto e acionou Nikão no meio-campo. Ele tabelou com Christian e, depois, com Terans, já dentro da área. Na cara do gol, ele preferiu rolar para Vitinho, livre, cutucar para o gol vazio. Depois disso, o time paranaense passou a mandar no jogo e criou mais três boas chances para ampliar. Matheus Babi perdeu duas delas.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo começou com domínio do Athletico. E com Babi perdendo mais uma grande chance, logo aos 4 minutos. Aos 9 minutos, o América ficou com um jogador a menos. Kevin Andrade cometeu falta violenta em Cittadini, levou o 2º amarelo no jogo e acabou expulso. Aos 21, o árbitro foi chamado, verificou imagens no VAR e marcou pênalti de Pedro Henrique em Adrián Ramos, por um chute na canela. Adrián Ramos (35 anos, ex-Borussia Dortmund) cobrou e converteu: 1 a 1. A reação do Athletico foi imediata. Já aos 25, Nicolas cruzou, Nikão errou o chute e a bola sobrou limpa para Vitinho fuzilar: 2 a 1. Aos 28, o árbitro poderia ter marcado em Matheus Babi, derrubado pelo zagueiro na cara do gol. Aos 32, não teve erro. Babi foi derrubado pelo goleiro. Dessa vez, a penalidade foi marcada. Nikão cobrou com um chute rasteiro, no canto, e fez 3 a 1. Aos 42, Jadson acertou uma bola na trave, ao arrisca de fora da área. Aos 44, Jadson cruzou e Kayzer saiu na cara do gol. Ele cabeceou para fora e perdeu grande chance. O quarto gol veio aos 50 minutos, em belo chute de fora da área do Canesin.

TROCAS NO FIM
As primeiras substituições no Athletico só vieram aos 36 do 2º tempo, com as entradas do meia Jadson e do centroavante Renato Kayzer. Aos 43, entraram o meia Canesin e o ponta Jaderson. Aos 45, Luan Patrick entrou no lugar de Cittadini.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Athletico teve 18 finalizações (9 certas), 61% de posse de bola e 85% de eficiência nos passes. Já o América somou 3 finalizações (1 certa), 40% de posse de bola e 80% de eficiência nos passes. Os dados são do site Sofascore.

ATHLETICO 4x1 AMÉRICA DE CALI
Athletico: Bento; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Christian (Canesin) e Cittadini (Luan Patrick); Nikão, Terans (Jadson) e Vitinho (Jaderson); Matheus Babi (Renato Kayzer). Técnico: António Oliveira
America de Cali: Graterol; Arrieta, Marlon Torres, Kevin Andrade, Pablo Ortíz e Quiñonez; Luis Alejandro Paz, Malagón (Batalla) e Rodrigo Ureña; Barreiro (Joao Rodríguez) e Adrian Ramos. Técnico: Juan Carlos Osorio
Gols: Vitinho (25-1º e 25-2º), Adrián Ramos (22-2º), Nikão (32-2º) e Canesin (50-2º)
Expulsão: Kevin Andrade (9-2º)
Cartões amarelos: Kevin Andrade, Quiñonez (Am). Thiago Heleno (Atl).
Árbitro: D.Herrera (Argentina)
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 - Nikão cruza da direita. Vitinho entra livre, na segunda trave, e cabeceia perto.
16 - Depois de escanteio, a bola sobra fora da área para Quiñonez, que chuta sobre o gol.
25 - Gol do Athletico. Nikão dispara, tabela com Christian no meio-campo, tabela com Terans na área e, na cara do gol, rola para Vitinho, livre, cutucar para o gol.
34 - Nicolas cruza na medida. Livre na área, Matheus Babi cabeceia para fora.
36 - Babi toca para Terans, que invade a área e chuta cruzado. O goleiro segura.
43 - Terans enfia. Matheus Babi recebe na área e chuta na rede, pelo lado de fora.

Segundo tempo
4 - Terans lança. Babi recebe na cara do gol, mas erra o domínio e o goleiro salva.
9 - Kevin Andrade comete falta em Cittadini, recebe o 2º amarelo no jogo e acaba expulso.
23 - Gol do Athletico. Pênalti de Pedro Henrique em Adrián Ramos. O próprio atacante cobra e converte, com um chute forte no centro.
25 - Gol do Athletico. Nicolas cruza. Nikão tenta de voleio, mas erra. A bola sobra limpa para Vitinho fuzilar, com estilo
28 - Terans dá chapéu e toca para Babi, na cara do gol, que acaba derrubado pelo zagueiro. O árbitro nada marca e decide não verificar no monitor do VAR.
32 - Gol do Athletico. Terans cruza. O goleiro sai de soco e atinge Babi. Pênalti. Nikão cobra no cantinho e converte.
42 - Jadson acerta a trave, ao arriscar de fora da área.
44 - Jadson cruza e Kayzer sai na cara do gol. Ele cabeceia para fora.
50 - Gol do Athletico. Jadson toca para Canesin, que chuta de longe e acerta no ângulo.