Covid-19

Com taxa de letalidade baixa, Curitiba prorroga bandeira amarela por sete dias

Medidas de distanciamento seguem recomendadas
Medidas de distanciamento seguem recomendadas (Foto: Valquir Aureliano)

Embora Curitiba viva um cenário de recorde diários de novos casos de Covid-19 e tenha atingido o maior índice de positividade desde o início da pandemia, 45,9%, a alta cobertura vacinal e o perfil da variante Ômicron têm feito com que os casos sejam menos agressivos nesta nova onda da doença. Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde prorrogou, nesta quinta-feira (27), por mais uma semana a bandeira amarela vigente.

Um levantamento feito pelo centro de epidemiologia da SMS mostrou uma redução de 97,3% da letalidade da Covid-19. Antes da vacinação, a letalidade média da doença na população geral era de 2,2%. Entre dezembro e janeiro, está em 0,06%.

“Estamos vivendo uma nova pandemia, ela tem um perfil diferente dos outros anos, ela está mais transmissível, mas menos grave e menos letal”, explica o diretor da epidemiologia, Alcides Oliveira.

Esse novo perfil da doença tem permitido que a capacidade de resposta dos serviços de saúde – grupo de indicadores de maior peso na bandeira – siga em estabilidade. “A melhor intervenção nesse contexto dessa nova pandemia é quebrar a cadeia de transmissão por meio do isolamento das pessoas sintomáticas. Essa é a ação que pode nos permitir não necessitar de medidas restritivas na cidade”, explicou Oliveira.

Medidas — Com a prorrogação das medidas segue valendo a regra de limitação de público, em que a ocupação não deve ultrapassar 70% da capacidade prevista no Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB).

Também permanece a recomendação de priorizar o trabalho remoto para reduzir o risco de contaminação porr Covid-19 ou Influenza (H3N2) no ambiente profissional.

Boletins Covid-19

Dia 27/1

Curitiba
Novos casos 4.043
Mortes 11
Total
Casos 352.978
Mortes 7.873

Paraná
Novos casos 27.805
Mortes 44
Total
Casos 1.890.189
Mortes 40.884

Brasil
Novos casos 228.954
Mortes 672
Total
Casos 24.764.838
Mortes 625.085