Publicidade
Coronavírus

Com testes ‘instantâneos’, Athletico volta aos treinos no CT do Caju

Lucho González e o teste quase 'instantâneo'
Lucho González e o teste quase 'instantâneo' (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Fabio Wosniak)

O Athletico Paranaense reiniciou nessa quarta-feira (dia 27) os treinamentos no CT do Caju, no bairro Umbará, em Curitiba. Os jogadores não trabalhavam no local há 70 dias, desde a suspensão das competições por causa do coronavírus.

Neste primeiro momento, todos os jogadores e profissionais envolvidos nas atividades são testados, através de uma parceria com a startup curitibana Hi Technologies. A health tech é responsável pelo Hilab, dispositivo que realiza exames laboratoriais através da coleta de sangue e entrega o laudo em 15 minutos. Ou seja, o resultado é quase ‘instantâneo’, já a maioria dos laboratórios só divulga o resultado após 24 horas.

Os jogadores que testarem positivo para a Covid-19 não poderão treinar.

Na última segunda-feira (25), atendendo a um pedido da Federação Paranaense de Futebol, a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná liberou o retorno dos treinamentos presenciais nos clubes do Estado.

Nos últimos 70 dias, os atletas seguindo uma rotina de atividades em casa, com a supervisão dos profissionais do clube. “Jogadores e membros da comissão técnica atleticana seguirão à risca todos os itens do protocolo de segurança, levando em conta a pandemia da Covid-19”, garantiu o clube.

Os primeiros treinos aconteceram na manhã desta quarta-feira (27), ainda com os atletas trabalhando de forma individual. Ainda não há definição de datas para Campeonato Paranaense, Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

O PROTOCOLO ADOTADO PELO ATHLETICO
Fase 1 (já concluída)
– Questionários sobre condição física e acompanhamento médico;
– Elaboração de kit de treinamento e monitoramento online das atividades em home office;
– Orientações, com horário marcado, para treinos em grupos de forma online;
– Monitoramento constante das condições clínicas.

Fase 2 (iniciada)
– Atletas e comissão técnica responderão questionários de saúde/sintomas, online, em todas as noites anteriores aos treinamentos, sendo enviados imediatamente para análise dos responsáveis;
– Testagem para o Covid-19;
– Monitoramento diário da condição de saúde, sintomas e queixas;
– Aferição de temperatura e oxigenação sanguínea realizadas na portaria principal de acesso ao CAT Alfredo Gottardi;
– Chegada dos atletas já com os uniformes de treino e indo diretamente ao campo pré-determinado;
– Utilização de máscara de proteção até o início da atividade. Comissão técnica e staff devem utilizar as máscaras inclusive durante o período dos treinamentos;
– Treinos individuais, com um atleta por vez em cada ambiente;
– Atendimento na fisioterapia, com trabalho individualizado de corretivos e preventivos;
– Atendimento na academia, também com trabalho individualizado;
– Atendimento no campo, com trabalhos físicos analíticos e sem contato;
– Após o término do trabalho no campo, o atleta que não apresentar queixas irá para casa, sem voltar para dentro da estrutura.
– Contato zero entre os atletas em qualquer atividade proposta;
– Os atletas não utilizarão ambientes compartilhados, como rouparia, refeitório e vestiário;
– Os atletas receberão seus suplementos e squeezes para realizar a ingestão em casa;
– A hidratação durante os treinamentos será através de copos descartáveis de água, que serão higienizados previamente, e recolhidos para o lixo imediatamente após o uso;
– Colocação de equipamentos com álcool em gel em todos os ambientes;
– Limpeza frequente das áreas utilizadas pelos profissionais e atletas.

Fase 3
– Manter as condições de higiene e prevenção quanto ao Covid-19 das fases anteriores, da entrada ao CAT até o final do treino;
– Treinamentos em pequenos grupos (entre 6 e 8 jogadores);
– Fase totalmente dependente do andamento da pandemia em Curitiba e em todo Brasil.

Fase 4
– Manter as condições de higiene e prevenção quanto ao Covid-19 das fases anteriores, da entrada ao CAT até o final do treino;
– Treinos acontecerão de forma coletiva, com todos os jogadores no mesmo horário;
– Fase totalmente dependente do andamento da pandemia em Curitiba e em todo Brasil.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES