Publicidade
Teatro Guaíra

Com texto de Eduardo Galeano, espetáculo traz à tona a trajetória de resistência das mulheres na América Latina

Nena Inoue em cena da pe\u00e7a \"Para N\u00e3o Morrer.\"
Nena Inoue em cena da pe\u00e7a \"Para N\u00e3o Morrer.\" (Foto: Elenize Desjeniski)

Após lotar as apresentações realizadas durante o Festival de Teatro de Curitiba 2018, o espetáculo Para Não Morrer volta a cartaz no Miniauditório do Teatro Guaíra. As apresentações acontecem de quinta a domingo até o dia 20 de maio, com atuação de Nena Inoue, que por este trabalho recebeu o Troféu Gralha Azul 2017 de melhor atriz.

 

Inspirado na obra “Mulheres”, de Eduardo Galeano, o espetáculo aborda histórias de mulheres da resistência - célebres e anônimas - que transformaram o meio em que viviam. Após essa temporada em Curitiba, a obra segue para turnê em São Paulo e Rio de Janeiro. 

 

Durante a apresentação, o público é convidado a refletir sobre temáticas femininas e feministas atreladas a questões políticas, especialmente da América Latina. O espetáculo conta com dramaturgia do curitibano Francisco Mallmann e com a parceria de criação de Babaya Morais.

 

Durante o ato, uma mulher se apropria da palavra e dá voz a muitas outras. Sentada em uma poltrona, a personagem rememora grandes feitos de perseverança contra a opressão. A figura da atriz, em cena, apresenta uma narradora fisicamente limitada, mas que insiste em falar e que intersecciona distintas vivências e aprendizados, evocando muitas presenças e alternando força e ternura. 

 

 “A peça fala sobre luta, opressão, violência. Mas também trata de resistência, liberdade, afeto. É sobre as mulheres de hoje, do que está adormecido, de coisas que precisamos despertar”, descreve Nena. Segundo ela, em momentos de retrocessos sociais é importante ativar a consciência histórica. “Esse espetáculo é minha forma de militar, é meu exercício de resistência”, finaliza. 

 

Ficha Técnica:

Idealizadora e Atriz – Nena Inoue. 

Parceria de Criação – Babaya Morais. 

Dramaturgia – Francisco Mallmann (a partir da obra de Eduardo Galeano).

Iluminação – Beto Bruel. 

Criação de Figurinos/Adereços – Carmen Jorge. 

Cenário – Ruy Almeida. 

Técnico Operador – Vinicius Sant. 

Designer Gráfico – Martin Castro. 

Direção de Produção – Nena Inoue. 

Realização – Espaço Cênico.

 

Serviço

PARA NÃO MORRER

Dias: 3 a 20 de maio, com apresentações de quinta a domingo.

Horário: 20h

Duração: 60 minutos

Classificação: 14 anos

Local: Miniauditório do Teatro Guaíra

End: Rua XV de novembro, 971 – Centro

Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia entrada). 

Venda: bilheteria central do Teatro Guaíra ou https://www.diskingressos.com.br/

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES