Rede Pública

Com vacinação de adolescentes, aulas voltam a ser presenciais no Paraná

Medidas de higiene essenciais são mantidas
Medidas de higiene essenciais são mantidas (Foto: Reprodução/SMCS)

Na semana passada o Paraná começou a vacina adolescentes com deficiência ou comorbidades contra a Covid-19. Nos próximos dias, deve ser anunciado como será a vacinação para os adolescentes sem comorbidades, em mais um passo no combate à doença.

Com essas medidas e o recuo nos números de infectados e internações, as escolas da rede pública estadual e municipal retomam as aulas presenciais. Em Curitiba, a partir dsta segunda-feira (27), todos os estudantes da rede que quiserem podem voltar para os estabelecimentos municipais, não havendo mais o modelo híbrido, que revezava uma semana na escola e a outra em casa.

Cerca de 70% dos estudantes optaram por voltar às aulas presenciais. Os outros 30% ainda podem permanecer no sistema remoto, mas podem mudar a qualquer momento.

O Estado também vai retomar as aulas presenciais na rede. Na semana passada, com uma nova resolução, a Rede Estadual de Ensino irá atender os estudantes essencialmente de forma presencial, encerrando as aulas online (por Meet), que só serão mantidas para os casos elencados na Resolução: alunos com comorbidade, a critério médico ou que estejam em isolamento.

O retorno, contudo, deve acontecer entre o fim de semana e o início do próximo, já que a Secretaria de Estado da Educação deu uma semana para as escolas se readaptarrem para receber os alunos.

Atualmente, mais da metade da rede de pouco mais de um milhão de alunos já frequenta presencialmente as aulas.

As medidas essenciais do protocolo de biossegurança continuam válidas para toda a rede, como vem acontecendo desde o retorno presencial gradual, em maio: obrigatoriedade do uso de máscaras; adoção do distanciamento físico entre pessoas; não compartilhamento de objetos e utensílios pessoais; a limpeza e desinfecção do ambiente e superfícies, entre outros.