Empresas de Valores

Comando da PM afirma que foram mortos cinco suspeitos da tentativa de assalto em Guarapuava

A Polícia Militar (PM) do Paraná declarou nesta sexta-feira, 13 de maio, que cinco pessoas foram mortas em confrontos com a polícia travados com suspeitos de participarem da tentativa de assalto à empresa de valores de Guarapuava, nos Campos Gerais do Paraná. Até então, o número oficial era de três pessoas. 

A tentativa de assalto ocorreu em 17 de abril, um domingo, durante à noite. De acordo com o governo do estado, os homens fugiram sem levar nada. Um policial morreu em confronto com os criminosos e outras duas pessoas se machucaram.

Conforme a PM, os criminosos que participaram do ataque fazem parte de grupos articulados, com ligações não duradouras, diferente de uma organização criminosa. O coronel da PM, Hudson Leôncio Teixeira, explicou  que  os criminosos são de outras regiões do país e que não ficaram na região após o ataque.

Conforme ele, três suspeitos estão presos em Guarapuava e a suspeita de participação deles no ataque ainda não foi confirmada.

Ações no estado

Conforme a PM, após o ataque houve o envio, para 20 regiões do estado consideradas com maior probabilidade de ataques, de armas e também viaturas blindadas como ação preventiva a partir de agora.

Conforme o coronel, em junho haverá um simulado de combate ao Novo Cangaço, na região de Curitiba com instrutores de várias regiões do país.