Na Capital

Começa o Júri de ex-policial acusada de matar copeira

(Foto: Franklin de Freitas)

Começou na tarde de ontem o júri popular da ex-policial civil Kátia das Graças Belo, acusada de matar a copeira Rosaira Miranda da Silva. Em 23 de dezembro de 2016, a então policial se irritou com o barulho de uma festa e atirou da janela do apartamento para o prédio ao lado no bairro Centro Cívico, em Curitiba.

A vítima estava em uma confraternização com a equipe de trabalho, nos fundos de um lava a jato, e foi atingida na cabeça. Após nove dias de internação, ela morreu.

A família de Rosaira fez diversos protestos contra o fato de a ex-policial responder ao processo em liberdade. Ontem, a família também fez protesto durante a manhã na frente do Tribunal do Juri, no Centro Cívico.