Publicidade
Acompanhamento

Como as Mães Podem Proteger as Crianças de Conteúdos Impróprios na Internet

Cada vez mais, as mães estão percebendo que os perigos para as crianças não estão apenas nas ruas. Embora pareça inofensiva, a internet é um meio onde diversos crimes são cometidos.

Além disso, nem todas as informações presentes na rede podem são úteis para os mais jovens. Muitos ainda não têm maturidade para lidar com alguns conteúdos. Por esse motivo, é importante que a família saiba como proteger os filhos nessas situações. Confira algumas dicas!

O Que São Conteúdos Impróprios na Internet

Não é preciso navegar muito para constatar que a internet possui diversos conteúdos impróprios para as crianças. Mesmo sites de conteúdo adulto não oferecem a segurança de apenas maiores de idade irão acessá-lo.

Para entrar em algumas páginas, o usuário só precisa responder a pergunta “você é maior de 18 anos?Ou seja, uma criança de 10 anos, ou até menos, pode confirmar essa informação e ser direcionada a conteúdos de cunho sexual, jogos de azar, bebidas alcoólicas e desafios que envolvem se machucar.

Por outro lado, se está mais fácil ter acesso a todo o tipo de informação, também é possível que as mães saibam como os filhos navegam na rede. Existem alguns programas que podem ser instalados no celular com essa finalidade.

Como Utilizar Apps de Controle Parental

Na prática, é bastante simples utilizar um aplicativo de controle parental. A mãe deve baixar o programa no próprio dispositivo e no do filho. Depois é preciso configurá-los com as funções desejadas.

Um dos principais aplicativos que servem a esse propósito é o FamiSafe. Ele permite verificar o histórico de navegação da criança, bloquear conteúdos impróprios e até mesmo aplicativos. O programa também disponibiliza localizador e alerta de segurança — caso a criança receba alguma mensagem ou informação suspeita.

Por meio desse tipo de programa, as mães podem ficar mais tranquilas com a vida digital dos filhos. Afinal, os riscos existem e podem prejudicar qualquer criança.

Além desse recurso, também é importante que a família mantenha sempre o diálogo aberto com os jovens, orientando-os para aproveitar a internet da melhor forma.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES