Publicidade
Férias

Como escolher um resort all-inclusive para sua viagem

(Foto: Divulgação)

Resorts com tudo incluído, também conhecidos como "all-inclusive" oferecem férias sem preocupações. Depois de chegar ao hotel, você pode guardar sua carteira e se concentrar em relaxar, comer e se divertir. Os resorts all-inclusive costumam incluir tudo em um único preço: hospedagem, refeições, lanches, atividades no local, como tênis e esportes aquáticos, e extras, como cadeiras e toalhas na beira da praia.

Mas, na hora de escolher um para sua viagem, você pode se sentir perdido. Há uma grande variedade de marcas, como a iberostar.com, e lugares que oferecem opções de férias com tudo incluído. Alguns resorts all-inclusive oferecem um amplo bufê, alguns resorts oferecem cinco ou seis opções de restaurante, com uma variedade de tipo de cozinhas, e outros podem ter apenas dois restaurantes que servem comida barata.

Encontrar um bom negócio em um grande resort com tudo incluído pode ser um pouco complicado, a menos que você seja dedicado. Aqui está um guia para encontrar as melhores ofertas de férias com tudo incluído para uma próxima viagem!

1. Olhe para a América Central
Para ofertas de resort com tudo incluído e com preço justo, veja três países quentes: México, República Dominicana e Jamaica. A concorrência mantém os preços baixos nesses três lugares e há muitos opções para escolher. Você também pode procurar ofertas em Roatan, uma ilha ao largo de Honduras, e resorts na Costa Rica e Nicarágua. Pesquise ofertas de hotéis em Riviera Maia tudo incluído, na Península de Yucatán no México, e em Punta Cana, na República Dominicana. Ambos se beneficiam de voos frequentes saindo do Brasil e as companhias aéreas levam os turistas diretamente para os aeroportos dos destinos mais populares.

2. Reserve o mais cedo possível
Reserve sua viagem o mais cedo possível, a menos que você esteja procurando uma oferta de última hora. O ideal é começar a planejar a viagem e fazer a reserva do hotel com 11 meses de antecedência, depois seguir de perto as tarifas de voos para o destino, pronto para pegar uma promoção assim que for anunciada. Viagens improvisadas podem oferecer opções com tudo incluído acessíveis, mas você ficará a mercê da sorte e pode acabar tendo que comprar passagens de avião caras. Você pode pegar boas ofertas se não se importar com onde está indo ou onde fica. Alguns resorts oferecem quartos não vendidos para turistas flexíveis.

3. Se informe sobre as condições
Leia as letras miúdas sobre gorjetas, atividades, bebidas, transferências e extras (telefone, Internet) no resort all-inclusive escolhido antes de ir. Alguns resorts não permitem que os funcionários aceitem gorjetas, mas não são rigorosos quanto a isso. Você deve deslizar o valor para o barman às escondidas. Em outros resorts, é levado tão a sério que a equipe pode ser demitida por aceitar.

Além disso, todo o álcool é incluído como parte da diária em alguns resorts, mas você só pode encontrar vinho e cerveja locais e baratos, enquanto que o melhor licor é mais caro. Em outros resorts, o álcool não está incluído. Escolha um resort com base em bom serviço e qualidade, em vez de tentar economizar um pouco. Você pode se surpreender com as tarifas da Internet, os altos custos de transporte de e para o aeroporto, gorjetas e gastos com bebidas alcoólicas.

4. Procure atendimento infantil incluído
O mercado de resorts all-inclusive é perfeito para reuniões familiares maiores, com atividades para todas as idades e creches para crianças pequenas. Mas a ideia de um resort de "cuidar das crianças" pode ser prendê-las na frente da televisão, enquanto outros ensinam as crianças a andar de caiaque. Procure um resort com tudo incluso onde o atendimento infantil esteja incluído ou um que ofereça extras bacanas. No entanto, observe as regras de ocupação. Alguns hotéis dizem que não mais do que quatro turistas podem ficar em um quarto, o que pode ser um desafio para as famílias de três filhos.

5. Planeje cuidadosamente
Muitos resorts incluem aulas e atividades no local — dança salsa e hidroginástica, por exemplo —, mas podem cobrar extra para excursões fora do local, como snorkeling. Compare marcas e destinos para garantir que você está recebendo o negócio certo. Se você não gosta dessas atividades, pagar por elas não é interessante.

Resorts com tudo incluído são opções de valor acessível para turistas que desfrutam de três refeições por dia, que são ativos e gostam de desfrutar de muitas opções para escolher. Comedores exigentes, conhecedores de vinho e aqueles que querem apenas descansar nas férias podem querer comprar opções de férias à la carte — hotel, refeições e atividades — separadamente.

6. Procure um pacote incluindo passagem aérea
Alguns sites agrupam passagens aéreas, traslados e o resort all-inclusive ficam em um pacote. Certifique-se de que os voos, escalas e conexões não sejam muito trabalhosos, especialmente se viajar com crianças. Você pode preferir reservar voos mais convenientes e usar milhas para conseguir melhores ofertas. Os grandes sites de viagens podem oferecer pacotes com desconto, mas observe os inconvenientes, taxas ou despesas extras quando for a hora de fornecer o número do seu cartão de crédito ao fazer a reserva. Um agente de viagens pode te ajudar a economizar tempo e dinheiro.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES