Publicidade
Atenção!

Confira seis dicas essenciais para proteger os pets durante o inverno

Saiba cuidados para evitar problemas de saúde nos pets.
Saiba cuidados para evitar problemas de saúde nos pets. (Foto: Freepik.)

O inverno chegou, as temperaturas baixaram consideravelmente e a umidade do ar não está muito agradável. Assim como as pessoas, os animais também sentem frio e ficam mais suscetíveis aos problemas de saúde, principalmente aqueles relacionados a doenças respiratórias. Quem faz o alerta é o veterinário Dr. Jorge Morais, fundador da rede Animal Place.

Roupinhas e cobertores podem vir bem a calhar, especialmente em animais de pelagem curta. No entanto, segundo o profissional, é preciso que o pet esteja acostumado a utilizá-las desde filhote. “Prefira peças de algodão para evitar alergias e se perceber que há incômodo com a roupa, respeite e não insista”, recomenda. Se o tutor também notar algum desconforto com os agasalhos, o ideal é disponibilizar caminhas, tocas e cobertores, de forma que ele possa se aquecer quando sentir a necessidade.

Já com os pets mais idosos, especialmente os que possuem problemas de saúde, como hérnia de disco ou artrose, a atenção deve ser redobrada. “Esse bichinhos precisam ficar bem aquecidos, pois as dores se acentuam nessas épocas de baixa temperatura”, alerta o especialista. A recomendação é mantê-los em ambientes mais quentes e protegidos das intempéries.

Confira abaixo algumas dicas para cuidar dos animais durante a estação, segundo o profissional:

  1. Para garantir mais problemas de saúde, é importante manter a vacinação do pet em dia e, se possível, garantir a vacina contra a gripe.
  2. Os banhos devem ser feitos logo pela manhã e é importante aguardar pelo menos uma hora antes de o expor a temperatura externa, evitando, assim, o choque térmico.
  3. Não deixe de passear com os pets, mas evite os horários em que as temperaturas estão muito baixas, como o início da manhã e o fim da tarde, ou em dias chuvosos.
  4. Para os pets com alguma doença que tende piorar no inverno, vale a pena investir em sessões de fisioterapia e acupuntura para controle de dor.
  5. Ofereça abrigo coberto e bem quentinho para os animais que ficam na parte externa da residência. Abuse de caminhas, tapetes, cobertores, mantas e evite espaços com correntes de vento
  6. Nos meses frios, é comum que os pets comam menos e durmam mais, mas é bom ficar atento se o animal está se alimentando bem, principalmente os filhotes e os idosos.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES