Economia

Conselho da Nissan tira Carlos Ghosn da presidência

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O conselho de administração da Nissan aprovou nesta quinta-feira (22) a demissão de Carlos Ghosn da presidência do colegiado da montadora, afirmou a emissora estatal japonesa de televisão NHK.

O executivo está preso no Japão desde a última segunda-feira (19) sob acusações de fraude financeira.

O conselho também aprovou a remoção de Greg Kelly de sua posição como diretor representativo, publicou o jornal Nikkei.