Publicidade

Consórcio negocia venda de concessão da 'linha das universidades' do metrô

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O consórcio Move SP recebeu proposta de uma empresa internacional interessada em adquirir a concessão da linha-6 (laranja), mais conhecida como "linha das universidades" do metrô paulistano. A negociação, de caráter confidencial, tem validade por 60 dias e foi comunicada à pasta dos transportes da gestão Alckmin (PSDB). Caso o acordo se concretize, o governo não precisará relicitar o processo de concessão e as obras, que estão paradas, têm a previsão de serem retomadas ainda neste semestre. A implantação da linha 6-Laranja teve início em janeiro de 2015 e, em 2 de setembro do ano passado, por decisão unilateral, a Move São Paulo, única responsável pela implantação do trecho, informou a paralisação integral das obras civis, alegando dificuldades na obtenção de financiamento de longo prazo junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Pelo contrato, a concessionária é a única responsável pela obtenção dos financiamentos para as obras, cuja execução atingiu os 15%. O governo Alckmin aportou, até o momento, R$ 694 milhões para pagamento de obras e R$ 979 milhões para pagamento das desapropriações de 371 ações.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES