Publicidade

Contra o Macaé, Fluminense joga por empate para avançar à semifinal da Taça Rio

Depois de ser surpreendido pelo Volta Redonda no domingo, o Fluminense espera ter uma missão mais tranquila nesta quinta-feira. Às 17h30, em Bacaxá (RJ), o time comandado por Odair Hellmann precisa apenas de um empate contra o Macaé, já eliminado, para avançar às semifinais da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Esta é a última rodada da fase classificatória. Na liderança isolada do Grupo B, com nove pontos, o Fluminense precisa de um simples empate diante do lanterna para seguir na briga pelo título. Mas a classificação pode vir até com uma derrota, desde que o Volta Redonda não ganhe do Resende e o Madureira goleie o Vasco, que também disputa uma vaga na semifinal.

O revés diante do Volta Redonda, pelo placar de 3 a 0, não caiu bem entre os jogadores do Fluminense. Tanto que houve uma cobrança interna entre eles. A expectativa é que o time apresente uma evolução já nesta quinta-feira.

"Já puxamos a orelha da rapaziada, conversamos entre a gente. A concentração tem que melhorar, porque tem muita coisa em jogo para a gente e para o Fluminense também. É consertar os erros, levantar a cabeça, porque quinta já tem um jogo muito importante", afirma o volante Hudson.

O técnico Odair Hellmann também não ficou satisfeito com o time, tanto que vai realizar duas mudanças. E vai promover a entrada de Orinho na lateral esquerda, no lugar de Egídio, suspenso após ter sido expulso no fim de semana.

Na briga pela artilharia do Carioca, com seis gols, Nenê voltou aos treinamentos no último sábado depois de se recuperar da covid-19. Já Wellington Silva ficou afastado porque teve contato com uma pessoa contaminada, apesar de ter testado negativo. Eles entram nos lugares de Paulo Henrique Ganso e Evanilson, respectivamente.

Em relação ao time que perdeu para o Vasco, por 3 a 1, no último domingo, o Macaé não tem nenhum desfalque. Nesta quarta-feira, o time realizou mais uma bateria de testes em seus jogadores e não houve casos positivos de covid-19.

"A gente tinha como principal objetivo se manter na elite do futebol carioca e conseguimos com antecedência. Agora queremos terminar o campeonato com chave de ouro, que seria com uma vitória sobre o Fluminense", disse o técnico Charles de Almeida.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES