'Contradições' podem determinar a reconvocação de Queiroga, diz Aziz

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), comentou, na manhã desta terça-feira, sobre a possibilidade de reconvocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, à CPI. "Em relação à reconvocação dele (Queiroga), são as contradições que o próprio governo tem feito ele passar. E tem acontecido isso, ele defende uma coisa, e parte do governo federal defende outra totalmente o contrário do que ele falou aqui", disse, afirmando ser necessário analisar "no momento oportuno" a reconvocação do ministro. Aziz deu a declaração pouco antes do início do depoimento do presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres.

Novo horário

Para agilizar os trabalhos da CPI da Covid, os senadores que integram a comissão acordaram que, a partir desta quarta-feira (12), as sessões começarão a partir das 9h, para que os integrantes possam votar questões internas. Dessa forma, os depoimentos poderão começar mais pontualmente, às 10h.