Segundona

Coritiba está com 48% de chance de ser campeão da Série B

Rafinha, em treino do Coritiba
Rafinha, em treino do Coritiba (Foto: Divulgação / Coritiba)

O Coritiba tem 48,2% de chances de ser campeão da Série B do Campeonato Brasileiro, segundo o site Probabilidades no Futebol, desenvolvido e mantido pelo Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). O Coxa lidera a competição com 57 pontos, dois à frente do Botafogo, que na quarta-feira (20) derrotou o Brusque por 3 a 0. O time carioca tem 35,4% de chances de ficar com a taça, segundo o site. Goiás (6,4%), Avaí (6,4%) e CRB (1,4%) têm chances remotas.

Já quando o assunto é garantir a vaga na Série A do ano que vem, a situação do Coritiba é bem mais confortável: há 96,9% de chances de voltar à elite. Já a probabilidade do Botafogo se garantir fica em 93,9%. Goiás (63,7%) e Avaí (61,3%) também aparecem bem; CRB (32,3%) e Vasco (17,1%) têm com menos chances.

Com a vitória sobre o Sampaio Corrêa na terça-feira (19), o Coritiba chegou a um aproveitamento de 61,3% na Série B. Se a média da competição nos últimos anos for mantida, o Coxa precisa de mais duas vitórias para se garantir na primeira divisão em 2022. O time chegaria a 63 pontos. Em 2018, o quarto colocado da Série B, o Goiás, subiu para a Série A com 60 pontos; em 2019, o Atlético Goianiense subiu com 62; e no ano passado, o Cuiabá se garantiu na elite com 61 pontos.

Mesmo time

O técnico do Coritiba, Gustavo Morínigo, deverá manter contra o CRB, na próxima semana, o time que começou na vitória sobre o Sampaio Corrêa. A equipe considerada “ideal” por Morínigo não sofreu baixas contra o Sampaio e deverá ser mantida em Maceió. O único que sentiu dores após o jogo de terça foi o volante Val, mas ele já está recuperado e se reapresentou ontem. Coxa e CRB se enfrentam às 19h de terça (26), no estádio Rei Pelé, pela 32ª rodada da Série B.

A tendência é que Morinigo mantenha Willian Farias, Val e Robinho no meio, com Igor Paixão, Waguininho e Léo Gamalho no ataque. Rafinha deve ser mantido como opção para o segundo tempo, como nas últimas partidas. Ficam de fora o zagueiro Nathan Ribeiro e o volante Matheus Sales, que não enfrentaram o Sampaio Corrêa.

A formação que começou contra o Sampaio Corrêa já jogou nove vezes na Série B deste ano e tem um aproveitamento de 74%. Foram seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota, para o Botafogo (1 a 0). O time se reapresentou na manhã desta quinta-feira (21) no CT Bayard Osna. Os atletas que atuaram na maior parte do jogo contra o Sampaio Corrêa fizeram trabalhos regenerativos, e o restante treinou no gramado. “Esse time tem um entrosamento quase de memória, todos sabem o que têm que fazer”, disse o Gustavo Morínigo. “A possibilidade de outros entrarem depende de como eles treinam”.

O volante Willian Farias completará na próxima terça-feira 200 jogos com a camisa do Coritiba. Ele foi revelado pelo Coxa e estreou na equipe profissional em 2008. Ficou até 2014, quando seguiu para o Cruzeiro. Também jogou por Vitória, São Paulo, Sport e Hatta, de Dubai. Ele voltou ao Coxa no início deste ano.