Série B

Coritiba faz contas e projeta mais duas vitórias para o acesso à Série A

(Foto: Valquir Aureliano)

O Coritiba começa a preparação para um confronto direto pelo acesso à Série A, contra o CRB, com a calculadora na mão. Se a média das últimas três edições da competição for mantida neste ano, o Coxa garante a volta à elite com mais duas vitórias nas sete rodadas restantes. E um bom resultado contra o CRB, na terça-feira (26), em Maceió, terá efeito duplo, já que o time alagoano é o quinto colocado na Série B, com 50 pontos.

Depois da vitória sobre o Sampaio Corrêa, na terça-feira (20), o Coritiba disparou na liderança com 57. Com mais duas vitórias, chegaria a 63. O número considerado “mágico” para o acesso é 64 pontos.

Mas, nas últimas edições da Série B, o quarto colocado garantiu a vaga na Série A com um mínimo de 60 pontos. Foi a pontuação do Goiás em 2018, que terminou a disputa com um aproveitamento de 52,3% Em 2019, o Atlético Goianiense terminou em quarto lugar e garantiu o acesso com 62 pontos, aproveitamento de 54,3%. No ano passado, o quarto colocado foi o Cuiabá, com 51 pontos, 53,5% dos disputados. Depois da vitória de terça, o aproveitamento do Coritiba subiu para 61,3%.

Para o confronto com o CRB, o técnico Gustavo Morínigo espera que o time mantenha a postura da última terça-feira. “Em vários jogos a intensidade foi similar, mas não tivemos contundência”, disse o treinador. “No intervalo conversamos sobre mudar alguns movimentos, para encontrar alguns espaços, e ter mais agressividade na área. Estamos acostumados com a pressão, mas a pressão não altera a nossa maneira de jogar”.

Morínigo espera novamente contar com o que chamou de “time ideal”, o que começou contra o Sampaio Corrêa. “É o time que mais começou como titular. Tem um entrosamento quase de memória, todos sabem o que têm que fazer”, afirmou. “A possibilidade de (outros jogadores) entrarem depende de como eles treinam. Damos possibilidade a todos”.

O Coritiba enfrenta o CRB na próxima terça-feira, às 18h, no estádio Rei Pelé, em Maceió. A princípio Gustavo Morínigo não terá desfalques para o jogo. O volante Willian Farias deve seguir no time, ao lado de Val e Robinho. A dúvida deverá ser entre Waguininho e Rafinha.

Homenagem

Quem aproveitou a chance depois de uma boa semana de treinos foi o atacante João Vitor. Formado nas categorias de base do Coxa, ele entrou no segundo tempo contra o Sampaio Corrêa e marcou seu primeiro gol como profissional. “Ele merece, está sempre buscando. Quando ficou de fora seguiu trabalhando, foi muito constante. Teve uma semana muito boa de treinamento e mostrou que podia dar uma mão nesse jogo”, comentou Morínigo.

João Vitor, que estreou no Couto Pereira e balançou a rede 30 segundos depois de pisar no gramado, dedicou o gol ao avô, morto neste ano. “Meu avô nunca esteve presente quando eu jogava, porque era mais velho. Mas senti a presença dele, senti que ele estava ali me olhando e me dando força”, disse. ”Da forma como foi, no Couto Pereira, e marcando no primeiro toque na bola, foi uma emoção muito grande”.