Brasileirão

Coritiba faz gol cedo e vence o Atlético-GO no duelo dos ‘sem técnicos’

(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)

No primeiro jogo após a demissão de Jorginho, o Coritiba venceu o Atlético-GO por 1 a 0, a noite deste sábado (31) no Couto Pereira. A partida era válida pela 19ª rodada do Brasileirão – a última do primeiro turno da competição.

Com o resultado, o Coritiba foi a 19 pontos e, pelo menos até este sábado, aparece fora da zona de rebaixamento. Subiu de 19º para 16º lugar. Para permanecer fora da degola ao fim desta 19ª rodada, o time precisa torcer por um tropeço do Athletico (16 pontos) contra o Sport Recife e por derrotas de Vasco (18 pontos) contra o Goiás e do Red Bull Bragantino (19 pontos) diante do Grêmio.

ATUAÇÕES: Veja quem jogou bem e quem jogou mal no Coritiba contra o Atlético-GO

TREINADORES

O jogo confrontava dois times sem treinador efetivo. O Coritiba, que havia demitido Jorginho no último domingo (25), acertou com Rodrigo Santana na quinta-feira (29). Mas ele ainda não assumiu; o time foi dirigido por Pachequinho, contratado nesta semana para integrar a comissão técnica permanente. No lado do Atlético-GO, o auxiliar técnico Eduardo Souza é quem comanda a equipe desde a saída de Wagner Mancini, que há duas semanas deixou o clube para acertar com o Corinthians.

TABELA

O Coritiba volta a campo no domingo da próxima semana, dia 8, às 16 horas. O adversário é o Internacional, no Beira-Rio.

ESCALAÇÃO

Pachequinho não contava com o atacante Robson, artilheiro do time no Brasileirão, com 6 gols. Ele cumpria suspensão. Neílton ganhou sua primeira chance como titular. No lado direito do ataque outra estreia na equipe titula: o atacante Cerutti, em lugar de Yan Sasse. O centroavante Ricardo Oliveira tomou a vaga de Rodrigo Muniz e Hugo Moura voltou ao meio-de-campo, após cumprir suspensão. O time estava num 4-3-3.

PRIMEIRO TEMPO

Quando não tinha a bola, marcava no 4-4-2; Cerutti e Neílton fechavam os lados na segunda linha de marcação, enquanto Giovanni Augusto e Ricardo Oliveira ficavam mais avançados. No começo, o time só marcou, enquanto o Atlético-GO tocava a bola no campo de ataque e pressionava a saída de bola coxa-branca. Mas, na primeira ida ao ataque, o Coritiba fez 1 a 0, com Galdezani, aos 8 minutos. Isso depois Ricardo Oliveira recebeu um lançamento e fez o pivô para Giovanni Augusto, autor do passe para o gol. A rigor, foi uma das únicas ida do time ao ataque – a outra foi num chute de Galdezani que bateu no travessão, aos 40 minutos. No primeiro tempo, o time paranaense foi dominado e dependeu do goleiro Wilson – que fez quatro boas defesas – para segurar a vitória parcial. “Depois do gol, nosso time deu uma baixada. Não podemos fazer isso”, alertou Galdezani.

SEGUNDO TEMPO

Para a etapa final, o Coritiba voltou com o argentino Sarrafiore no lugar de Giovanni Augusto, que sentiu uma lesão. Mesmo assim, o time não mudou a postura recuada para apostar em contra-ataques. E até conseguiu encaixar algumas jogadas. Em uma delas, aos 15 minutos, Ricardo Oliveira sofreu falta perto da área. Ele cobrou, a bola bateu na barreira e caiu para Neílton marcar o segundo gol, mas o árbitro viu toque de mão do atacante e anulou.

Aos 20 minutos, Rodrigo Muniz substituiu Ricardo Oliveira no ataque coxa-branca. Aos 29, Galdezani sentiu uma lesão e deu lugar ao lateral-direito Natanael. Com isso, Matheus Sales voltou a jogar de volante. Com as mexidas, o time perdeu a referência na frente. Aos 36, Pachequinho fechou o time de vez, ao tocar Neilton e Cerutti que estavam de meias-pontas, por Nathan e Matheus Bueno, mais defensivos. O Coritiba amarrou o jogo, deixou o tempo passar e consolidou a vitória.

ESTATÍSTICAS

Ao fim do jogo, o Coritiba obteve 5 finalizações (1 certa e 1 na trave), 29% de posse de bola, 71% de passes certos e nenhum escanteio. O Atlético-GO somou 14 finalizações (6 certas e uma na trave), 71% de posse de bola, 87% de passes certos e 12 escanteios. Os números são do site Sofascore.

CORITIBA 1 x 0 ATLÉTICO-GO
Coritiba: Wilson; Matheus Sales, Nathan Silva, Sabino e William Matheus; Hugo Moura, Matheus Galdezani (Natanael) e Giovanni Augusto (Sarrafiore); Cerutti (Nathan), Ricardo Oliveira (Rodrigo Muniz) e Neílton (Matheus Bueno). Técnico: Pachequinho (interino)
Atlético-GO: Jean; Dudu, João Victor, Éder (Gilvan) e Natanael (Júnior Brandão); Willian Maranhão, Marlon Freitas e Chico (Matheusinho); Gustavo Ferrareis (Wellington Rato), Zé Roberto e Matheus Vargas (Janderson). Técnico: Eduardo Souza (interino)
Gol: Galdezani (8-1º)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Matheus Vargas, Nathan Silva, Galdezani, Eder, William Maranhão
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Local: Couto Pereira, em Curitiba, sábado

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

7 – Após escanteio, a zaga afasta mal. Matheus Vargas domina fora da área e arremata por cima do gol

8 – Gol do Coritiba. Ricardo Oliveira faz pivô e serve Giovanni Augusto. Ele toca para Galdezani, que domina na área e finaliza à direita do goleiro

10 – William Maranhão bate de fora da área. Wilson pega

12 – Natanael arrisca de fora da área. Wilson pega

16 – Chico bate escanteio. Zé Roberto cabeceia por cima do gol

18 – Natanael cruza. Matheus Vargas cabeceia à queima-roupa e Wilson faz grande defesa

26 – O Coritiba erra a saída de bola. Zé Roberto fica com ela e bate no canto esquerdo. Wilson salta e defende

40 – Galdezani arrisca de fora da área. A bola bate no travessão e sai

SEGUNDO TEMPO

2 – Chico cobra falta. A bola devia na barreira e sai em escanteio

4 – Chico arrisca de fora da área e manda por cima do gol

15 – Ricardo Oliveira cobra falta perto da área. A bola desvia na barreira e cai com Neilton, que manda para as redes. O árbitro flagra um toque de mão de Neilton e anula

23 – Sabino aproveita rebatida pela zaga e chuta a gol, da risca da área. A bola sai rente à trave

35 – Matheusinho bate de fora da área. Wilson salta no canto direito e defende

36 – Matheusinho tenta a finalização quase da linha de fundo. Wilson pega

49 – Após cruzamento, Dudu tromba com Nathan na área. Zé Roberto rola para trás para Wellington Rato, que chuta e acerta o travessão

52 – Sarrafiore cobra falta e manda por cima do gol