Transmissão

Coritiba fecha acordo milionário com Sportv, Globo e Premiere

Igor Paixão e a torcida do Coritiba: jogos no Sportv
Igor Paixão e a torcida do Coritiba: jogos no Sportv (Foto: Arquivo Bem Paraná/Du Caneppele)

O Coritiba fechou acordo com o Sportv (canal fechado), Globo (TV aberta) e Premiere (pay-per-view), válido para os próximos três anos. Os valores não foram divulgados, Em 2020, último ano que disputou a Série A, o clube paranaense recebeu R$ 17 milhões da Turner (TNT). A Turner, que acertou com o Coxa em 2016, desistiu de transmitir o Brasileirão e rompeu contrato com todos os clubes.

Veja o comunicado da Globo, proprietária do canal Sportv:
“A Globo fechou acordo com Santos, Juventude, Ceará, Fortaleza e Coritiba (atual líder da Série B) para os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro pelo SporTV, na TV por assinatura, para o período de 2022 a 2024. As negociações aconteceram dentro do modelo 2019-24 de divisão de receitas que desenvolvemos em parceria com os clubes para a Série A. É um modelo estabelecido para esse ciclo contratual com o objetivo de construir um padrão coletivo, claro e com avanços no equilíbrio – 40% dos valores divididos igualmente entre todos os clubes, 30% conforme a performance do time e outros 30% pelo número de aparições na TV”.

Para 2022, o Coritiba tem pelo menos R$ 12 milhões garantidos. Se escapar do rebaixamento, garante mais R$ 11 milhões. E, pelo contrato, cada partida exibida na TV aberta (Globo) garante mais um R$ 1,2 milhão por jogo. 

Já o Premiere (pay-per-view) deve ficar em cerca de R$ 6 milhões para o clube paranaense. 

A Globo tem contrato até 2024 para transmissão em TV aberta de todos os clubes da Série A e para exibição em pay-per-view de jogos de 19 participantes da Série A — a exceção é o Athletico Paranaense.