Situação complicada

Coritiba perde o seu principal jogador para 'jogo de seis pontos' contra o Bragantino

(Foto: Divulgação/ Coritiba)

O Coritiba fará neste sábado (5 de dezembro) um verdadeiro jogo de seis pontos no Couto Pereira, contra o Red Bull Bragantino. Cada vez mais afundado na luta contra o rebaixamento, o time paranaense é o 18º colocado do Brasileirão e soma 20 pontos conquistados em 23 rodadas. Já os paulistas, que têm o mesmo número de jogos, somam 27 pontos e aparecem na 15ª colocação, duas posições acima da ZR.

Para o fundamental duelo na luta contra a degola, contudo, o time do Alto da Glória não poderá contar com seu craque. O meia Giovanni Augusto sentiu um desconforto muscular, foi poupado dos treinamentos durante a semana e nesta sexta-feira o departamento médico do clube decidiu que o melhor a se fazer era poupar o jogador para que ele pudesse seguir em tratamento.

Segundo dados do WhoScored, Giovanni Augusto é, em disparado, o melhor jogador do Coritiba neste Campeonato Brasileiro. COm 17 jogos disputados, o experiente meia soma quatro gols marcados e cinco assistências. É o principal garçom do time e também o vice-artilheiro, atrás apenas de Robson (seis gols em 22 jogos).

Em termos de pontuação (a nota que define o quão bem ou mal o atleta atuou numa partida ou num conjunto de jogos), Giovanni Augusto também se sobressai. Nos 17 jogos disputados (12 com o titular e cinco saindo do banco), teve uma média de 7,16, a maior entre todo o elenco, com larga vantagem para o zagueiro Sabino, segundo colocado com 6,95.

Recentemente, inclusive, o Bem Paraná mostrou que o atleta já faz parte da seleção dos melhores do Brasileirão.


Zagueiro deixa o clube e ruma para Alagoas

O zagueiro Rodolfo Filemon, ex-Paraná Clube e que até recentemente estava no Coritiba, tem novo clube para as próximas temporadas. Nesta sexta-feira ele rescindiu contrato com o Verdão e fechou contrato com o CSA, onde reencontrará o dirigente Rodrigo Pstana, com quem já havia trabalhado no Coxa.

Ao todo, o defensor realizou 20 jogos pelo time do Alto da Glória, com um gol marcado. Ele foi reserva a maior parte do tempo no clube, mas sempre entrava quando algum dos titulares do setor estava fora por lesão, desgaste ou suspensão.