Segundona

Coritiba perde para o CSA em casa e não tem mais chances de título na Série B

(Foto: Valquir Aureliano)

O Coritiba perdeu para o CSA por 1 a 0, na tarde deste domingo (21), no Couto Pereira. A partida era válida pela 37ª rodada da Série B e fez com que o time paranaense perdesse a chance de disputar o título da competição.

O grande objetivo do time coxa-branca na temporada era o acesso à primeira divisão. E isso foi concretizado na rodada anterior. Mas o Coritiba ainda brigava pelo título da Série B. Com o resultado deste domingo, o time paranaense ficou com 64 pontos, em 2º lugar. O Botafogo, líder, foi a 69 com a vitória de 1 a 0 sobre o Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul, também neste domingo.

ATUAÇÕES: Veja que jogou bem e quem jogou mal na derrota do Coritiba para o CSA

O CSA, por sua vez, foi a 59 pontos e ainda luta pelo acesso. Os rivais do time alagoano são Goiás (61 pontos), Guarani (59), Avaí (58) e CRB (57). Ainda há duas vagas em disputa.

TABELA

O Coritiba volta a campo no próximo domingo (28), às 16 horas, quando enfrenta a Ponte Preta, em Campinas. O time de Campinas lutou conta o rebaixamento durante toda a competição e se safou definitivamente apenas na última rodada. O meia-atacante Rafinha, que levou o terceiro cartão amarelo neste domingo, cumpre suspensão. O Botafogo joga também no domingo, contra o Guarani, no Rio de Janeiro.

POLÊMICA

Aos 28 minutos do 2º tempo, quando o CSA vencia por 1 a 0, o coxa-branca Waguininho recebeu na área e chutou cruzado. A bola bateu no braço aberto de Lucão que havia se atirado à sua frente. O árbitro não marcou nada, nem checou o lance no vídeo. Na Central do Apito da TV, o ex-árbitro Sandro Meira Ricci disse que houve o pênalti.

CASA CHEIA

Foi o último jogo do Coritiba dentro do Couto Pereira neste ano. O clube esperava o maior público do ano. Até pouco antes do jogo, havia a perspectiva de 38.234 pessoas no estádio. Também antes da partida, houve uma homenagem ao presidente Renato Follador, que morreu neste ano por causa da Covid-19.

ESCALAÇÃO

O atacante Igor Paixão, que cumpriu suspensão na última rodada, estava liberado para encarar o CSA. Ele entrou na vaga do meia Robinho, que sentia dores e foi poupado. Com isso, Waguininho voltou para o lado direito na linha de três do ataque e Rafinha fará o papel de meia centralizado. Foi a única mudança na equipe em relação à partida anterior (vitória de 2 a 1 sobre o Brasil de Pelotas). Em toda a Série B, o técnico Gustavo Morínigo usou o esquema 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO

Diante de um CSA com uma escalação ultraofensiva – o Yuri Castilho, Marco Túlio e Dellatorre – e mais o atacante Gabriel (ex-Coritiba) como meia ofensivo, o time da casa tentou bloquear o meio-de-campo e controlar a partida. Mas sofreu pressão do adversário, que jogava suas últimas fichas pelo acesso à primeira divisão. Com isso, o jogo ficou movimentado, com chances para os dois lados, principalmente entre os 10 e os 20 minutos. A etapa teve 8 finalizações do Coritiba (2 certas) e 7 do CSA (2 certas e uma na trave).

Aos 21 minutos, Rafinha caiu na área em disputa com Giovane na área e o árbitro mandou seguir. O Coritiba reclamou de pênalti e o árbitro deu cartão amarelo a Rafinha, por reclamação. Aos 24, Henrique sentiu dores musculares e foi substituído por Wellington Carvalho.  

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Coritiba criou algumas chances, mas não conseguiu acertar o alvo. No máximo, acertou uma bola no travessão, com Val. Aos 22 minutos, o time acabou vazado pelo CSA. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Wellington cabeceou para dentro.

Aos 30, o técnico Gustavo Morínigo trocou o volante Willian Farias por Matheus Sales e o atacante Igor Paixão por Wiliam Alves, que entrou como meia-atacante centralizado. Aos 41, entraram os atacantes João Vitor e Gui Azevedo nos lugares de Val e Rafinha.

CORITIBA 0 x 1 CSA

Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique (Wellington Carvalho), Luciano Castán e Guilherme Biro; Val (João Vítor) e Willian Farias (Matheus Sales); Waguininho, Rafinha (Gui Azevedo) e Igor Paixão (Willian Alves); Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo
CSA: Thiago Rodrigues; Everton Silva (Cristóvão), Lucão, Wellington e Ernandes; Geovane (Silas), Gabriel e Clayton (Reinaldo); Marco Túlio (Giva Santos), Dellatorre e Yuri Castilho (Bruno Mota). Técnico; Mozart.
Gols: Wellington (22-2º)
Cartões amarelos: Rafinha, Ernandes, Willian Farias, Marco Túlio, Everton Silva
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Público: 32.506 (pagante), 33.595 (total)
Renda: R$ 712.482,50
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, domingo

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

10 – Geovane apanha sobra da defesa e chuta de fora da área, por cima do gol

13 – Rafinha dribla um marcador e cruza. Igor Paixão cabeceia por cima do gol

15 – Yuri Castilho cruza da esquerda; Dellatorre recebe livre e finaliza. Wilson sai e faz grande defesa

16 – Gabrirel arrisca de fora da área. A bola sai rente à trave

17 – Natanael cruza da direita. A bola passa por Igor Paixão e Guilherme Biro finaliza por cima

18 – Val avança e bate de fora da área. A bola vai por cima

20 – Waguininho recebe na direita, corta para o meio e chuta por cima do gol

21 – Leo Gamalho recebe na meia-lua, dribla um marcador e chuta cruzado. Thiago Rodrigues faz grande defesa

31 – Yuri Castilho avança com a bola e chuta a gol, mas manda para fora

34 – Val domina a bola fora da área e finaliza. A bola sai rente ao travessão e raspa a rede por cima do gol

42 – Yuri Castilho recebe de Clayton na área, escapa de Wellington Carvalho e chuta cruzado. A bola bate na trave

45 – Leo Gamalho aproveita falha de Lucão, entra na área e finaliza. Thiago Rodrigues sai e salva

48 – Val cobra escanteio. Leo Gamalho cabeceia para fora

SEGUNDO TEMPO

1 – Igor Paixão chuta de fora da área e manda por cima do gol

5 – Gabriel cobra falta para a área. Dellatore aparece livre no bico da pequena área, mas pega mal na bola e manda pela linha lateral

9 – Val recupera a bola no campo de ataque, tabela com Rafinha, recebe na área e finaliza na cara do gol. Ernandes corta na hora H

10 – Natanael arrisca o chute cruzado de fora da área. A bola sai rente à trave

13 – Clayton arrisca de fora da área. Wilson pega

16 – Val recebe fora da área e arremata. A bola bate no travessão

22 – Gol do CSA. Ernandes cobra escanteio. Wellington sobe e cabeceia à esquerda de Wilson

28 – Waguininho tabela com Rafinha, recebe na área e chuta cruzado. A bola bate no braço de Lucão. O árbitro deixa passar

39 – Val cobra falta de perto da área e manda por cima do gol

41 – Bruno Mota lança. Reinaldo cruza rasteiro e Dellatorre finaliza para fora

48 – Dellatorre recebe libre na área e finaliza. Wilson salva. O árbitro marca impedimento. Mas Dellatorre estava em posição legal. Se fizesse o gol, seria validado pelo VAR

49 – Waguininho arrisca de fora da área. Thiago Rodrigues faz grande defesa