Publicidade
Brasileirão

Coritiba perde para o Fluminense por 2 a 0

De um lado, um time que vinha de duas vitórias seguidas, o Coritiba, e que atuava em casa. De outro, uma equipe que não fazia gol havia duas partidas, o Fluminense. Contrariando a lógica indicada por esses números, o time paranaense perdeu por 2 a 0, na tarde deste domingo (5), no Couto Pereira. A partida era válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Coritiba ficou nos mesmos 15 pontos de antes e perdeu duas posições – caiu para 14º lugar. Os gols que decidiram o jogo saíram nos 10 minutos finais, logo depois que o time da casa perdeu o lateral Ayrton, expulso. A gente se perdeu e tomou um gol. O outro foi conseqüência, mas não tem tempo de lamentar, falou o zagueiro Pereira – que marcou, contra, o primeiro gol do jogo. O outro foi de Fred.

Após dois jogos em casa pelo Brasileirão, o Coritiba viaja. Nesta quinta-feira (9), enfrenta o Atlético-MG, líder do Campeonato, com 32 pontos. A partida será no estádio Independência, em Belo Horizonte, e nela o time paranaense não poderá contar com o volante Chico, que no domingo levou o terceiro cartão amarelo, nem com o lateral Ayrton, expulso.

Jogo

O Coritiba iniciou a partida no 4-2-3-1, com Júnior Urso no lugar de Willian, e uma preocupação especial: marcar os meias Deco e Thiago Neves. Júnior Urso grudou neste último, enquanto Chico tentou cercar Deco. Num jogo de forte marcação de ambos os lados, o Fluminense chegou a marcar um gol, aos 28 minutos, em que os coxas-brancas ficaram pedindo impedimento. Wellington Nem estava em posição legal, mas o árbitro flagrou um toque de mão e por isso anulou o lance. O Coritiba só cresceu nos cinco minutos finais. E quase abriu o placar aos 46, numa cabeçada de Everton Costa. Diego Cavalieri salvou no primeiro lance e Fred, na sequência, impediu que a bola entrasse. Temos que acertar um pouquinho mais na frente, falou o zagueiro Pereira.

Na etapa final, o Coritiba pressionou mais, mas tinha dificuldades para concatenar jogadas. Nos primeiros 20 minutos, houve apenas um chute na direção do gol, de Lincoln, defendido pelo goleiro. Para dar mais movimentação ao time, Oliveira trocou o volante Chico – que tinha cartão amarelo e fico sem função depois que Deco saiu, machucado – por Gil, aos 21 minutos. Depois, tirou Lincoln para colocar Thiago Primão. Por fim, substituiu Everton Costa por Roberto.

As modificações deram gás novo ao time, ao menos no que diz respeito a criar chances. Entre os 31 e os 36 minutos, foram três grandes oportunidades - duas pararam no goleiro Diego Cavalieri e outra foi para fora. Mas, aos 36, Ayrton levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Abatido, o time paranaense levou dois gols num intervalo de dois minutos. Aos 37, após bate e rebate na área, Marcos Júnior chutou e Pereira marcou, contra. Aos 39, em falha de posicionamento da defesa coxa-branca, Fred anotou o segundo.

 

Coritiba 0 x 2 Fluminense

Coritiba

Vanderlei; Ayrton, Pereira, Bonfim e Lucas Mendes; Júnior Urso, Chico (Gil), Robinho, Lincoln (Thiago Primão) e Everton Costa (Roberto); Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira

Fluminense

Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Leandro Eusébio e Carlinhos; Edinho (Digão), Jean, Deco (Wagner) e Thiago Neves; Wellington Nem (Marcos Júnior) e Fred. Técnico: Abel Braga

Gols: Pereira (contra, 37-2º), Fred (39-2º)

Cartões amarelos: Gum, Chico, Edinho, Ayrton, Fred

Expulsão: Ayrton (36-2º)

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, domingo

 

Lances do jogo

Primeiro tempo

4 – Wellington Nem tenta o arremate ao gol. Vanderlei defende em dois tempos

16 – Após troca de passes, Wallace bate por cima do gol, de fora da área

19 – Lucas Mendes cruza da esquerda. Leonardo cabeceia e Diego Cavalieri pega

24 – Thiago Neves recebe de Wallace e bate a gol, para fora

28 – Deco lança para a área. Wellington Nem domina com o braço, gira e chuta na saída de Vanderlei. O árbitro anula, flagrando o toque de mão

40 – Ayrton cruza. A bola passa por Leonardo e Everton Costa e sai

46 – Ayrton cobra falta. Everton Costa cabeceia à queima-roupa e Diego Cavalieri faz grande defesa no canto esquerdo. A bola bate em Fred e vai ao gol vazio, mas o atacante salva em cima da risca

 

Segundo tempo

6 – Everton Costa ganha de Gum no corpo, perto da área, e toca para Lincoln, que bate forte. Diego faz grande defesa

13 – Carlinhos cruza e Pereira afasta de cabeça. Jean pega a sobra e chuta de fora da área. A bola passa rente à direita e sai

14 – Leonardo recebe, dribla Edinho e bate de fora da área. A bola passa perto

19 – Ayrton cobra falta e manda por cima do gol

26 – Gil chuta de fora da área e Gum bloqueia. A bola cai com Everton Costa, que gira e finaliza com perigo, mas à esquerda

31 – Lucas Mendes domina e chuta de fora da área, mas por cima do gol

32 – Robinho ergue para a área. Leonardo cabeceia no ângulo esquerdo. Diego salva o gol

33 – Wallace arranca pela direita e cruza. Fred chuta de primeira, por cima do gol

35 – Thiago Primão dribla Carlinhos, vai à linha de fundo e cruza. Leonardo chuta, desequilibrado, e Diego Cavalieri pega

37 – Gol do Fluminense. Wagner lança e Fred cabeceia. Vanderlei espalma e Pereira trava o chute de Thiago Neves. A bola cai com Marcos Júnior, que chuta cruzado. A bola toca em Pereira e entra. O árbitro dá gol contra de Pereira

38 – Roberto gira e chuta a gol. A zaga trava na hora H e Diego pega
39 – Gol do Fluminense. Thiago Neves lança. Wagner surge sozinho na ponta-esquerda e toca para Fred. Na pequena área, ele completa para dentro

45 – Wallace recebe de Fred e bate cruzado, da ponta-direita. Thiago Neves marca, mas o árbitro flagra impedimento

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias