Publicidade
Série B

Coritiba só empata com o lanterna Boa e desperdiça chance de entrar no G4

(Foto: Divulgação/ Coritiba)

O Coritiba desperdiçou uma oportunidade de entrar no G4 da Série B. Jogando no Estádio Melão na noite deste sábado (19 de maio), a equipe precisava de uma vitória simples contra o Boa Esporte, lanterna da competição, para conseguiu um lugar entre os líderes do Campeonato Brasileiro. No final, contudo, teve de se contentar com um empate, conquistado graças às boas defesas do goleiro Wilson e a um erro grosseiro do zagueiro adversário, Gustavo.

Agora com 11 pontos, o Coxa cai da quinta para a sexta colocação da Série B, sendo superado na tabela pelo Avaí, que goleou o CRB em Maceió por 4 a 0 na última terça-feira. O time mineiro, por sua vez, consegue seu primeiro ponto na competição – antes havia perdido para
Londrina, Fortaleza, Figueirense, Juventude e CSA -, mas permanece na lanterna, empatado em pontos com o Criciúma (a desvantagem é no saldo de gols, de -7 contra -6 dos catarinenses).

Na próxima rodada, na sexta-feira (25 de maio), às 21h30, o Coritiba encara no Couto Pereira o Vila Nova, atual terceiro colocado com 13 pontos. Julio Rusch e Alex Alves, que levaram hoje o terceiro cartão amarelo, são desfalques certos. Já o Boa volta a campo no sábado, às 19h30, quando visita o Goiás no Serra Dourada.

ESCALAÇÕES

Eduardo Baptista promoveu duas mudanças na equipe. No meio de campo, Wellington Simião venceu a disputa com João Paulo e foi escolhido como o substituto de Vitor Carvalho, lesionado. No setor ofensivo, Guilherme Parede, artilheiro do Coxa no ano (quatro gols em 20 jogos), assumiu a posição que era Jean Carlos. O esquema tático 4-2-3-1 foi mantido, com Yan Sasse centralizado, Pablo e Parede pelos lados do campo.

Já no Boa, o único desfalque era o zagueiro Artur Jesus, suspenso após ser expulso na última rodada e substituído por Caíque. No mais, Daniel Paulista repetiu a escalação da equipe que perdeu por 1 a 0 para o CSA, no Rei Pelé.

PRIMEIRO TEMPO

Apesar dos momentos, colocações e aspirações distintas na temporada, em campo o Coxa não conseguiu impor seu amplo favoritismo. A equipe não só repetiu a má atuação das rodadas anteriores, com grandes dificuldades para trocar passes e criar jogadas de ataque, como pareceu regredir defensivamente, com falhas de posicionamento e individuais em sequência. Com isso, permitiu ao Boa assumir o protagonismo no confronto e a liderança no placar, aos sete minutos, com Caíque. Foi o segundo gol da equipe mineira na Série B e o sétimo em 20 jogos na temporada.

A sorte é que o time mineiro logo retribuiu o ‘favor’ coxa-branca no gol inaugural. Aos 11 minutos, Gustavo foi cortar a bola, mas acabou tirando do goleiro. Bruno Moraes aproveitou para marcar seu primeiro gol pelo Coritiba e empatar a partida: 1 a 1.

O que se seguiu foi um verdadeiro bombardeio do Boa, que tinha Douglas Baggio como figura de destaque. A sorte é que do outro lado estava Wilson (sempre ele), que não permitiu aos mineiros retomar a liderança no placar.

 

SUBSTITUIÇÕES

No final do primeiro tempo, Thalsson Kelven teve de deixar o campo após sentir uma lesão e foi substituído por outro prata da casa, Geovane, que fez sua primeira partida na temporada (e a quinta como profissional). Já na volta do intervalo, Eduardo Baptista apostou na estreia de Alisson Farias, que entrou no lugar de Guilherme Parede. Com isso, Pablo passou a jogar pela direita, enquanto o jovem ex-Internacional ficou pela esquerda.

 

Por fim, aos 25, Simião saiu para a entrada de João Paulo.

SEGUNDO TEMPO

O primeiro chute a gol na volta do intervalo foi do Coritiba. Mas as primeiras chances de gol na volta do intervalo foram do Boa, aos três e aos 19 minutos. Nos dois lances, Wilson foi quem salvou.

A postura coxa-branca, contudo, havia mudado. Mais consistente no meio de campo, a equipe conseguiu equilibrar o jogo
e a defesa se fortaleceu com Geovane na vaga de Thalisson, que jogou grande parte da etapa inicial sentindo uma lesão. Em termos de emoção, contudo, o jogo acabou ficando mais fraco, com os dois times ‘brigando’ mais. Ainda assim os visitantes até tiveram uma boa chance para virar a partida, aos 22, mas o chute de Simião parou em Fabrício.

Boa Esporte 1 x 1 Coritiba

Boa Esporte: Fabrício; Erick, Caíque, Gustavo Geladeira e Elivélton; Amaral, Machado, Thallyson e Alyson (Daniel Cruz); Douglas Baggio (Ygor Catatau) e William Barbio (Felipe Guedes). Técnico: Daniel Paulista.
Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven (Geovane), Alex Alves e Chiquinho; Simião (João Paulo), Júlio Rusch, Guilherme Parede (Alisson Farias), Yan Sasse e Pablo; Bruno Moraes. Técnico: Eduardo Baptista.
Gols:
Caíque (7-1º), Bruno Moraes (11-1º)
Cartões amarelos: Simião, Pablo, Julio Rusch, Alex Alves (C), Machado (B)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Local: Estádio Municipal Prefeito Dilzon Melo, em Varginha (MG), sábado (19/05) às 19 horas


PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo


3 - Elivélton desce pela esquerda e cruza fechado. A bola surpreende e vai direto para o gol. Wilson espalma.

7 – Gol do Boa Esporte! Depois da cobrança de escanteio, Erick chuta, a bola desvia na zaga e Caíque, livre na área, aproveita a sobra e toca na saída de, que chega a tocar na bola. Chiquinho dava condição para o zagueiro rival.

11 – Gol do Coritiba! Lançamento de Yan Sasse. Gustavo tenta cortar, mas acaba encobrindo o goleiro e entregando para Bruno Moraes, que só empurra para o fundo da rede.

15 – Douglas Baggio cruza e Thallysson aparece livre para chutar no canto. Wilson se estica e salva o Coritiba.

19 –
Cruzamento de Elivélton. Barbio ajeita para Thallyson bater colocado. A bola desvia em Alex Alves e vai para fora.

22 –
Alyson toca para Douglas Baggio receber na frente, dentro da área, e bater cruzado, no canto. Wilson faz mais uma grande defesa.

30 – Cruzamento de Douglas Baggio para Alyson. O jogador tenta a finalização e é travado. No rebote, Thallyson chega batendo e a bola raspa a trave.


Segundo tempo

1 – Pablo inverte a jogada com Alisson Farias, que encara o marcador e chuta ao lado do gol.

3Cruzamento de Elivelton para o cabeceio de Thallyson, no canto. Wilson faz a terceira grande defesa na partida.

19 – Defesa do Coxa afasta a bola da área após a cobrança de escanteio e Erick solta uma pancada no rebote. Wilson, de novo ele, salva.

22 – Simião tabela com Alisson Farias e chuta forte de fora da área. Fabrício faz grande defesa com mão trocada.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES