Publicidade
Mercado da bola

Coritiba tenta contratar o meia Carlos Eduardo, que deixou o Paraná Clube

Carlos Eduardo comemora gol pelo Paran\u00e1 Clube, contra o Maring\u00e1
Carlos Eduardo comemora gol pelo Paran\u00e1 Clube, contra o Maring\u00e1 (Foto: Geraldo Bubniak)

O Coritiba está tentando contratar o meia Carlos Eduardo, 31 anos, que está livre no mercado após deixar o Paraná Clube. Se a transferência for confirmada, o jogador passaria a disputar posição com Yan Sasse, na função de meia centralizado.

O técnico Eduardo Baptista vem utilizando o esquema tático 4-2-3-1. Na linha de três, vem usando Alisson Farias na esquerda, Guilherme Parede na direita e Yan Sasse centralizado. 

Carlos Eduardo atuou nessa função (meia centralizado) na maior parte do tempo que esteve no Paraná Clube. Ele chegou ao clube da Vila Capanema em fevereiro. No Paranaense 2018, disputou seis jogos, fez dois gols e duas assistências (ambas em cobranças de escanteio). 

No Brasileirão 2018, Carlos Eduardo era o jogador do Paraná com maior precisão de passes, com 88% e o quarto com mais passes para finalizações (com média de 1,4 por jogo), atrás dos meias Nadson (2,3), Maicosuel (2,0) e Caio Henrique (1,6). Também era o terceiro com mais cruzamentos certos (1,0 por jogo), atrás de Maicosuel (2,0) e Caio Henrique (1,3). As estatísticas são do WhoScored.

No entanto, o jogador não fez gols ou assistências no Brasileirão. Ele disputou nove jogos (quatro como titular) na competição. Teve baixa média de finalizações e dribles. Era apenas o 18º do elenco do Paraná em arremates (0,8 por jogo) e o 19º em dribles certos (0,7).

No Coritiba, a ideia de trazer Carlos Eduardo foi do diretor de de futebol, Augusto de Oliveira. O gerente de futebol, o ex-zagueiro Pereira, e o auxiliar Tcheco jogaram com o meia no Grêmio e aprovaram a indicação. 

HISTÓRIA
Quando chegou ao Paraná, Carlos Eduardo estava livre no mercado e veio sem custos (apenas por salários e premiações). Antes, estava no Vitória e teve fraco desempenho no Brasileirão 2017, com apenas um gol e nenhuma assistência nos 13 jogos (sete como titular).

Carlos Eduardo surgiu com grande destaque nas categorias de base do Grêmio. Virou referência no profissional do time gaúcho e atraiu a atenção do futebol europeu. O Hoffenheim, da Alemanha, pagou cerca de R$ 30 milhões pelo meia em 2007.

O jogador também se destacou no futebol alemão, com 90 jogos, 19 gols e 22 assistências em três temporadas no Hoffenheim. Nesse período, o técnico Dunga convocou o meia para a seleção brasileira. Ele disputou seis partidas pela equipe nacional entre 2009 e 2010, mas não foi convocado para a Copa do Mundo na África do Sul.

Em 2010, o Rubin Kazan decidiu comprar Carlos Eduardo por cerca de R$ 65 milhões. O declínio começou no clube russo, na temporada 2010/11. Ele ficou um ano parado devido a lesão no joelho. A partir dali, não conseguiu se firmar na equipe. Acabou emprestado para o Flamengo em 2013. Não foi bem no clube carioca. Em 2016, acertou com o Atlético-MG e também não se destacou.

CARLOS EDUARDO
Nome: Carlos Eduardo Marques
Idade: 30 anos (18/07/1987, Ajuricaba-RS)
Altura: 1,71m
Peso: 74kg
Posição: meia
Clubes: Grêmio-RS, Hoffenheim-ALE, Rubin Kazan-RUS, Flamengo-RJ, Atlético-MG, Vitória-BA e Paraná Clube

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES