Publicidade
Série B

Coritiba vive pressão, ansiedade, ‘secação’ e mistério contra o Bragantino

O técnico Jorginho, do Coritiba: "Preciso entrar com todos os jogadores 100% de condições"
O técnico Jorginho, do Coritiba: "Preciso entrar com todos os jogadores 100% de condições" (Foto: Divulgação / Coritiba)

Pressão, ansiedade, “secação” e mistério. Assim está o clima no Coritiba, que neste domingo (24) enfrenta o Bragantino, pela 37ª rodada da Série B. A partida pode até valer o acesso à primeira divisão já nesta rodada – e é por isso que cria todo esse clima.

O Coritiba está em 4º lugar na tabela, com 60 pontos, e ainda tem duas partidas a realizar: além do jogo com o Bragantino, ainda enfrenta o Vitória, em Salvador. O Atlético-GO está com 61, mas possui um jogo a mais. O América-MG tem 58 e ainda tem dois jogos, sendo um deles nesta sexta (22) contra o Guarani, em Campinas.

Por parte do Coritiba, a “secação” – torcer contra concorrentes diretos ao objetivo – começou na quinta-feira. Os coxas-brancas poderiam comemorar o acesso já neste domingo, em caso de vitória sobre o Bragantino, se o Atlético-GO perdesse para o Brasil de Pelotas. O time gaúcho abriu 2 a 0, mas cedeu o empate em 2 a 2 ao levar dois gols depois dos 45 minutos do segundo tempo. O novo alvo da “secação” é o América-MG. Se o time não derrotar o Guarani, o Coritiba só depende de uma vitória neste domingo para obter o acesso.

Ainda que o Coritiba não dependa apenas de si para obter o acesso com uma rodada de antecedência, essa perspectiva gerou ansiedade no grupo. “Procuramos treinar bem a semana, isso ajuda a controlar a ansiedade”, disse o zagueiro Nathan Ribeiro, para quem o time não pode pensar somente no jogo deste domingo. “Temos duas finais. Se conseguir em casa, vai ser lindo, mas não podemos pensar dessa forma. Somos profissionais, temos que encarar que temos duas finais”.

O Coritiba admite a pressão de obter o acesso nesta temporada, a segunda seguida na Série B. Por outro lado, sabe que poderá subir se somar pelo menos quatro pontos – uma vitória e um empate. A perspectiva alivia a pressão de ter que vencer as duas próximas partidas. Mesmo porque, na última rodada, o time joga fora de casa, enquanto Atlético-GO e América-MG jogam em casa – contra Sport Recife e São Bento, respectivamente.

Para este domingo, o técnico Jorginho faz mistério no Coritiba. Ele chegou a fechar o treino desta sexta-feira (22). E, não garantiu a volta de Juan Alano, um dos que mais atuou na competição (31 vezes). “Tivemos jogadores que não fizeram o trabalho na semana, o Alano é um deles”, disse o treinador. “Preciso entrar com todos os jogadores 100% de condições. Não posso entrar com ninguém com a possibilidade de uma substituição. Por isso não tomamos nenhuma decisão”. A única ausência certa é a do meia-atacante Robson, suspenso.

Rival

O Bragantino sagrou-se campeão da Série B na última rodada, ao empatar com o Criciúma. A tendência é que o técnico Antonio Carlos Zago escale uma equipe mista. Há dois desfalques certos. O goleiro Júlio César, que jogou 36 rodadas, cumpre suspensão, bem como o atacante Morato. Zago só deve definir a equipe momentos antes da partida.

 

CORITIBA x BRAGANTINO
Coritiba: Alex Muralha; Felipe Mattioni, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Sales e Serginho; Kelvin, Giovanni e Juan Alano (Rafinha); Rodrigão. Técnico: Jorginho
Bragantino: Alex Alves; Aderlan, Rayan, Rafael Marques e Edimar; Ryller, Pedro Naressi e Vitinho; Bruno Tubarão, Roberson e Claudinho. Técnico: Antônio Carlos Zago
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Local: Couto Pereira, domingo, às 16 horas

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES