Copa do Brasil

Coritiba x Operário: onde assistir, escalações, premiação e regulamento

Morínigo e Willian Farias, em treino na Arena Joinville, nessa segunda-feira
Morínigo e Willian Farias, em treino na Arena Joinville, nessa segunda-feira (Foto: Divulgação/Coritiba)

Coritiba e Operário se enfrentam nesta terça-feira (dia 6) às 19 horas, em Joinville, pela segunda fase da Copa do Brasil. O duelo ocorre em jogo único. Em caso de empate, a decisão será nos pênaltis. Os confrontos da terceira fase serão definidos por sorteio.

TELEVISÃO
O jogo será transmitido ao vivo pelo Sportv e pelo Premiere.

JOINVILLE
O mando de campo é do Coritiba. A prefeitura de Curitiba não tem autorizado jogos de futebol na capital. Com isso, a CBF escolheu Joinville para a realização do confronto desta terça-feira.

PREMIAÇÃO
O duelo vale R$ 1,7 milhão, que é a cota para toda equipe que alcança a terceira fase da Copa do Brasil. Os dois clubes já receberam R$ 1,2 milhão cada (R$ 560 mil pela 1ª fase e R$ 675 mil pela 2ª). O Coritiba já eliminou União Rondonópolis-MT e o Operário, o Juventude-MA.

COTAS POR FASE
Do Grupo 3 da Copa do Brasil
1ª fase — R$ 560 mil
2ª fase — R$ 675 mil
3ª fase — R$ 1,7 milhão
Oitavas — R$ 2,7 milhões
Quartas — R$ 3,4 milhões
Semi — R$ 7,3 milhões
Vice — R$ 23 milhões
Campeão — R$ 56 milhões

OS GRUPOS
Grupo 1 - 15 primeiros do ranking da CBF
Grupo 2 - Clubes da Série A que não estão no Grupo 1
Grupo 3 - Demais clubes

COTAS DAS PRIMEIRAS FASES
Para os grupos 1 e 2 da Copa do Brasil
Primeira fase
Grupo 1 — R$ 1,1 milhão
Grupo 2 — R$ 990 mil

Segunda fase
Grupo 1 — R$ 1,3 milhão
Grupo 2 — R$ 1 milhão
*Os clubes dos 3 grupos recebem o mesmo valor a partir da 3ª fase

ESCALAÇÃO
O técnico Gustavo Morínigo decidiu levar o meia/extremo Rafinha, 37 anos, para o jogo, mas ele segue como dúvida. “Rafinha, que se recupera de uma lesão no tornozelo, também foi relacionado e fará trabalhos de recuperação. Ele será melhor avaliado até a hora do jogo”, explicou o clube, em nota no site oficial.

As três baixas na delegação são o zagueiro Henrique Verdmut, o volante Jhony Douglas e o meia Mattheus Oliveira. Os três se recuperam de lesão.

No sábado, na derrota para o Operário, pelo Campeonato Paranaense, Morínigo escalou um time de reservas, usando apenas dois titulares (os zagueiros Luciano Castán e Wellington Carvalho).

Agora, o treinador conta com as voltas do centroavante Léo Gamalho e do volante Willian Farias, que estavam em recuperação.

Morínigo vem usando em 2021 o esquema tático 4-2-3-1. A linha de três fica com Rafinha na direita, Robinho centralizado e Igor Paixão na esquerda. No entanto, Rafinha e Robinho normalmente revezam durante o jogo. E Waguininho já foi usado em três posições do setor ofensivo: ponta, centroavante e meia ofensivo centralizado.

Já o Operário, do técnico Matheus Costa, não terá o médio-centro Pedro Ken (ex-Coritiba), suspenso pela expulsão contra o Juventude-MA, na primeira fase. Tomas Bastos (ex-Coritiba) e Rafael Chorão disputam essa vaga.

CORITIBA x OPERÁRIO
Coritiba: Wilson; Natanael, Wellington Carvalho, Luciano Castán e Romário; Val e Willian Farias; Rafinha (Waguininho), Robinho (Waguininho) e Igor Paixão; Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo
Operário: Simão; Alex Silva, Bonfim, Léo Rigo e Djalma Silva; Leandro Vilela; Marcelo, Tomas Bastos (Rafael Chorão), Jean Carlo e Rafael Oller; Ricardo Bueno. Técnico: Matheus Costa
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)
Local: Arena Joinville, em Joinville, terça-feira às 19 horas
TV: Sportv e Premiere