Coronavírus: Japão recua e desiste de suspensão a voos internacionais ao país

O governo do Japão voltou atrás e desistiu do pedido para que companhias aéreas suspendam reservas de voos internacionais com destino ao país. A solicitação havia sido feito nesta quarta-feira, dia 1º, como parte dos esforços para conter a variante Ômicron do coronavírus.

"Vamos retirar o pedido de uma paralisação geral. O ministério dos Transportes notificou as companhias aéreas para dar considerações suficientes para os cidadãos japoneses que desejam retornar", explicou o secretário-chefe do gabinete japonês, Hirokazu Matsuno, em coletiva de imprensa.

O secretário não esclareceu a situação de estrangeiros que desejam entrar no território japonês. A nação insular asiática já registrou dois casos da nova cepa da doença.