Publicidade
Tricolor

Cria do Paraná, Kelvin luta contra o rebaixamento

O meia-atacante Kelvin enfrentou o drama do rebaixamento do Paraná Clube no Campeonato Paranaense no início de 2011. Agora, ele volta a viver a mesma ameaça no futebol europeu. O jogador, de 18 anos, está no Rio Ave, penúltimo colocado do Campeonato Português.
Kelvin foi comprado pelo Porto, de Portugal, por 2,5 milhões de euros. Chegou a fazer a pré-temporada na equipe de Hulk, Kleber, Helton, Alex Sandro e João Moutinho, disputando quatro amistosos em julho. Em agosto, o Porto decidiu emprestá-lo ao Rio Ave, também da primeira divisão portuguesa.
O objetivo do empréstimo, segundo a comissão técnica do Porto, é dar mais experiência para Kelvin, que teria pouco espaço no elenco recheado de atacantes de alto nível. No futebol europeu, é comum grandes clubes comprarem jogadores jovens e emprestá-los a equipes menores. Foi o que ocorreu, por exemplo, com o zagueiro Henrique e o atacante Keirrison, ambos revelados pelo Coritiba, comprados pelo Barcelona e cedidos para outros times em seguida.
No Rio Ave, Kelvin atuou em nove das 11 rodadas do campeonato nacional. Foi titular em seis. Ainda não marcou gols na competição. Mas fez dois na vitória por 5 a 2 sobre o Sousense, da 4ª divisão, pela Taça de Portugal.
No clube, o jogador atua junto com outros seis brasileiros. O mais conhecido deles é o meia Jorginho, 34 anos, revelado nas categorias de base do Atlético.
Kelvin tem contrato com o Porto até junho de 2016. O empréstimo para o Rio Ave vai até maio de 2012, quando termina a temporada européia. Até agora, a equipe tem oito pontos em 11 rodadas. A competição tem 16 participantes e 30 rodadas.
Revelado nos juniores do Paraná, Kelvin foi o destaque do time paranaense no final de 2010 e no campeonato estadual de 2011. Apesar do bom futebol, não conseguiu evitar o rebaixamento no Paranaense. Pelo Tricolor da Vila, disputou 31 jogos e marcou oito gols.


Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES