Publicidade
Gente de bem

Crianças levam alegria a idosos em ação voluntária

Encontro de gerações: 1.480 pessoas participaram da ação
Encontro de gerações: 1.480 pessoas participaram da ação (Foto: Divulgação)

Na última sexta-feira (26) foi celebrado o Dia dos Avós. E para celebrar a data, no Paraná o Programa Mãos que Ajudam realizou uma ação especial e visitou 18 instituições que atendem idosos em Curitiba e região metropolitana, numa iniciativa que mobilizou 1.480 pessoas no último sábado, quando líder comunitários ajudaram os pequenos voluntários a entregar presentes (kits de higiene), cantar, contar história, expressar amor, carinho e muita alegria.

Em Curitiba foram visitadas 10 instituições que acolhem idosos. Além disso, também houve ações em São José dos Pinhais, Guarapuava, Lapa, Paranaguá, Colombo, Campo Magro, Almirante Tamandaré e Quitandinha. Neste ano, a campanha foi denominada “Mãozinhas Que Ajudam o Vovô e a Vovó”.

Um dos coordenadores da ação, Dimitrios Kogiaridis explica que o Programa Mãos Que Ajudam, d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visa à sensibilização sobre a importância de prestar serviço humanitário e de cumprir o papel de cidadãos, de forma a apoiar e ajudar a vida em sociedade pelo trabalho voluntário.

“Foi uma troca de gerações e o impacto foi grande, tanto para os idosos como para as crianças. O encontro das duas gerações tão distantes se tornou algo emocionante. Você via os idosos sentando numa cadeira de vô e vó, as crianças adotando eles e ao mesmo tempo os dois brincando. Acho que as crianças nunca vão esquecer, pois brincaram com alguém que não é da idade deles. E os idosos a mesma coisa, foi uma reação muito bacana de ambos os lados”, conta.

Os próprios voluntários, inclusive, confeccionaram e arrecadaram toucas, cachecóis, meias e kits de higiene para doar às pessoas que moram nos lares visitados. As crianças também fizeram uma apresentação musical e expressaram o amor que sentem pelo próximo por meio de desenhos e atividades manuais.

“Como membros de uma igreja, nos consideramos cristãos e vemos em Cristo um exemplo perfeito de voluntariado. Não teve trabalho maior do que dar a própria vida por amor aos irmãos. Qualquer pessoa que se sinta cristão deve ter desejo do serviço voluntário, que é uma aplicação do mandamento de amar ao próximo”, afirma Kogiaridis.“O trabalho voluntário, independente de onde venha, tem esse poder e a pessoa que viver isso vai ter o benefício espiritual”, finaliza.

União para além das crenças
Embora o programa Mãos que Ajudam seja uma iniciativa d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Dimitrios Kogiaridis explica que todas as pessoas, independente de crença ou religião, estão convidadas a participar das ações voluntárias promovidas. Na ação do último final de semana, por exemplo, a visita a um dos lares, em Campo Magro, foi feito em parceria com a Igreja Adventista.
“O trabalho voluntário é ecumênico, não tem fronteira, não tem religião. Então não tem problema (não ser d’ A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias), qualquer pessoa pode participar, independente de religião, empresa... Se a pessoas quer e não sabe como participar, pode entrar em contato com a gente”, diz Kogiaridis, contando ainda que até mesmo igrejas de outras religiões que estavam em reforma já receberam apoio da Mãos que Ajudam.

Serviço
Programa Mãos que Ajudam
O que é: Um programa permanente de ajuda humanitária e de serviço comunitário, que mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros e amigos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil, estendendo a mão a quem precisa.
Como funciona: Sempre que acontece algum desastre ou ficam sabendo de alguma região que necessite de apoio, o Programa convoca seus voluntários para organizar alguma forma de ajuda. Já participaram de reformas em escolas e hospitais; recuperação e limpeza de praças, parques e praias; doação de sangue e outras iniciativas.
Como ajudar: Atuando como voluntário. Para saber quando haverá alguma ação no Paraná, acompanhe as publicações no site e redes sociais do programa. Para voluntariar, só entrar em contato com o programa. Pessoas de qualquer religião estão convidadas.
Acompanhe: É possível acompanhar os projetos Mãos que Ajudam pelo Brasil no Facebook, no Twitter e no Instagram pela hashtag #MãosQueAjudam.
Site: www.maosqueajudam.org.br/
Facebook: @maosqueajudambrasil
Instagram: @maosqueajudam

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES