Publicidade
Investigação

Criminalística aponta que viatura da PM que atropelou e matou quatro na Linha Verde estava a 138 km/h

Criminalística aponta que viatura da PM que atropelou e matou quatro na Linha Verde estava a 138 km/h
(Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

O Instituto de Criminalística da Polícia Civil do Paraná divulgou os primeiros laudos do acidente que envolveu uma viatura da Polícia Militar (PM) no dia 31 de julho deste ano na Linha Verde. No acidente, a viatura que trafegava na canaleta da via, atropelou e matou quatro mulheres que estavam em um ponto de ônibus. Segundo a Criminalística, a viatura estaria a 138 km/h pela canaleta da Linha Verdeantges de sair da psita e atingir o ponto de ônibus.

O laudo apontou ainda que depois de perder o controle, o carro bateu no meio fio a 89 km/h, e estaria a 74 km/h quando atropelou as mulheres. Ainda, pelas investigações e depoimentos, os policiais na viatura não estavam em atendimento nem com as luzes e sirenes ligadas. O motorista da viatura teria perdido o controle do carro ao desviar de um pedestre que atravessava aquele ponto da canaleta.

Segundo o delegado Vinícius Augusto de Carvalho, da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), o policial que dirigia a viatura deve ser indiciado por dolo eventual, já que pela velocidade com que dirigia estaria assumindo o risco. Já o outro policial deve responder por falso testemunho, já que no início disse que estariam com a sirene e o giroflex ligados e em atendimento.

A Polícia Militar informou que o policial que dirigia a viatura está cumprindo apenas atividades administrativas. Já o outro policial foi afastado de todas as funções policiais.

O inquérito dea Dedetran deve ser concluído até o final desta semana.

DESTAQUES DOS EDITORES