Brasileirão

Cuiabá vence Atlético-GO e deixa zona de rebaixamento em dia de VAR protagonista

O Cuiabá ganhou do Atlético-GO, por 2 a 1, na Arena Pantanal, nesta quarta-feira, de deixou a zona de rebaixamento. O protagonista do duelo, adiado da terceira rodada, foi o VAR, que corrigiu erros da arbitragem nos dois gols do time mato-grossense e ainda teve influência na expulsão de Willian Maranhão logo no começo do primeiro tempo.

O Cuiabá, que não tem nada com isso, emplacou a segunda vitória seguida na Série A, subindo para 12 pontos, fora da zona de queda. Assumiu o 15º lugar e fez o oponente estacionar nos 15 pontos, após o quarto jogo sem ganhar. É o 11ª colocado.

Os protagonistas do primeiro tempo não foram jogadores, mas sim a tecnologia e o travessão. Logo aos sete minutos, Pepê abriu o placar em chute rasteiro da entrada da área, após Felipe Marques parar duas vezes em Fernando Miguel. O auxiliar assinalou impedimento na origem do lance, mas o gol foi validado pelo VAR.

A tecnologia apareceu mais uma vez três minutos depois. Willian Maranhão fez falta em João Lucas e recebeu cartão amarelo. No entanto, o árbitro foi chamado pelo VAR e expulsou o volante do Atlético-GO. Em vantagem numérica, o Cuiabá só não foi para o intervalo com uma vantagem maior porque os chutes de Clayson e Jenison pararam no travessão.

O Atlético-GO voltou ligado para o segundo tempo e empatou logo aos dois minutos. André Luis foi lançado, ganhou no corpo de Marllon e chutou em cima do adversário. O rebote voltou para o atacante mandar no ângulo de João Carlos. O Cuiabá sentiu e demorou para voltar a se impor.

Foi então que o VAR apareceu mais uma vez. João Lucas recebeu de Clayson e bateu no travessão. No rebote, Elton completou para o gol. O auxiliar mais uma vez assinalou impedimento, desta vez do lateral, mas o gol acabou novamente validado pelo árbitro de vídeo.

Mais uma polêmica fez a partida ficar tensa na Arena Pantanal, com reclamações e discussões. O Atlético-GO esboçou uma pressão nos minutos finais, mesmo com um a menos, mas o Cuiabá se defendeu bem para confirmar a reação no Brasileirão.

O Cuiabá volta a campo na segunda-feira, contra o Corinthians, às 20 horas, na Arena Pantanal. No domingo, o Athletico-PR enfrenta o Santos, às 18h15, na Vila Belmiro. Os jogos serão válidos pela 13ª rodada.

CUIABÁ 2 X 1 ATLÉTICO-GO

CUIABÁ - João Carlos; João Lucas, Marllon, Paulão (Anderson Conceição) e Uendel; Uillian Corrêa (Rafael Gava), Pepê, Clayson, Danilo Gomes (Guilherme Pato) e Felipe Marques (Osman); Jenison (Elton). Técnico: Jorginho.

ATLÉTICO-GO - Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Wanderson, Éder e Igor Cariús (Arthur Henrique); Willian Maranhão, Marlon Freitas, Ronald (Gabriel Baralhas), Arthur Gomes (Toró) e Janderson; André Luis (Lucão). Técnico: Eduardo Barroca.

GOLS - Pepê, aos sete minutos do primeiro tempo; André Luis, aos dois, e Elton, aos 21 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - Uillian Corrêa, Elton, Osman, Guilherme Pato e Paulão (Cuiabá); Janderson, Fernando Miguel, Éder, Gabriel Baralhas e Igor Cariús (Atlético-GO).

CARTÃO VERMELHO - Willian Maranhão (Atlético-GO).

ÁRBITRO - Dyorgines José Padovani de Andrade (ES).

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).