Publicidade

Cuidados evitam transtorno no embarque para o feriado

Em função das obras de requalificação da Rodoviária de Curitiba, iniciadas em junho de 2012 e com término previsto para maio de 2014, quem pretende deixar a cidade de ônibus para aproveitar o feriadão de 15 de novembro, da Proclamação da República, deve se precaver para evitar problemas de última hora, como congestionamentos e atrasos de embarque.

A Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, que administra o terminal rodoviário, recomenda a compra antecipada dos bilhetes de passagens, que pode ser feita via internet, ou então nos guichês das empresas de ônibus que mantêm linhas regulares, estaduais e interestaduais, com saídas da Rodoferroviária.
Quem adquire as passagens via internet, retira os bilhetes no dia da viagem, teclando uma senha fornecida via computador, pouco antes do embarque, nos tótens das próprias empresas instalados no pavimento térreo da ala interestadual (da frente).

No prédio da Rodoviária, os guichês das empresas de linhas estaduais estão em contêineres instalados nos fundos da ala estadual, desativada e em obras. A passarela, localizada na face oeste da ala interestadual (do lado em que está o canteiro de obras e o rio Belém), permite acesso fácil rápido aos contêineres.

Após a compra, o passageiro retorna pela passarela, chega à ala já reformada, e pode descer pela escada rolante ou pelo elevador ao pavimento térreo, onde estão as catracas na área de embarque. Cartazes e faixas orientam os passageiros, indicando por onde circular para chegar aos contêineres e demais espaços da rodoviária.

As passagens das empresas interestaduais são vendidas no pavimento superior da ala interestadual, e o acesso também é feito pelas escadas rolantes ou pelos elevadores. Além dos guichês das agências, nesse pavimento também estão instalados a Polícia Militar do Paraná, responsável pela segurança do complexo, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que orienta, recebe reclamações ou dá informações a quem viaja, relativas às empresas transportadoras interestaduais, e a fiscalização do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR).
A agência lotérica, que também funciona no primeiro pavimento, à esquerda das escadas rolantes, vende por R$ 6 (diária) fichas do guarda-volumes Malex, instalado no térreo.

Recomendações

Por causa da grande demanda por bilhetes de passagem neste feriadão, quem viaja deve chegar, no mínimo, meia hora antes do embarque ao terminal, evitando atropelos e atrasos de saída dos ônibus. Quem embarca, passa o bilhete em uma das catracas. Apenas os portadores de bilhetes têm acesso ao salão de espera. Acompanhantes permanecem do lado de fora, na área coberta.

Quem espera uma pessoa que está desembarcando na rodoviária, deve aguardá-la no portão de desembarque, que também fica na face oeste, onde as últimas cinco plataformas são destinadas ao desembarque.
Uma feira gastronômica, aberta aos que viajam e à população que circula na região do terminal, funciona na praça em frente da rodoviária, ao lado da caixa d'água. No cardápio, bolachas doces e salgadas, pastéis, espetinhos de carne, frango ou queijo, salgadinhos, comida típica baiana, água e refrigerantes, entre outros.

Transporte

Por causa do grande volume de veículos na região da rodoviária, quem viaja deve priorizar o sistema de transporte coletivo. Os ônibus expressos das linhas Centenário/Campo Comprido e Pinhais/Rui Barbosa param nas estações-tubo defronte à Rodoferroviária, e têm frequências que garantem deslocamentos rápidos.

Quem utiliza os ônibus ligeirinhos das linhas Aeroporto e Pinhais/Campo Comprido, desembarca nas estações-tubo que ficam na Avenida Sete de Setembro, quase esquina com a rua Mariano Torres, a pouca distância do terminal rodoviário. Nessa esquina, logo após o viaduto Colorado, param diversas linhas convencionais.

Os que chegarem de carro podem utilizar os dois estacionamentos, ou param rapidamente nos espaços demarcados para embarque e desembarque defronte à ala interestadual. Ali também se encontra um ponto de táxi, onde fiscais do setor de Transporte da Urbs fiscalizam o embarque regular de quem chega de viagem.

Outro ponto de táxi se encontra na avenida Presidente Affonso Camargo, nos fundos do Mercado Municipal, no trecho entre as ruas da Paz e General Carneiro.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES