5 a 8 anos

Curitiba amplia a vacinação contra a Covid-19 das crianças com comorbidades nesta quarta

(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

Com doses de imunizantes pediátricos anticovid remanescentes, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) amplia a faixa etária e convoca as crianças de 5 a 8 anos completos com deficiência e com comorbidades para receber a primeira dose nesta quarta-feira (19/1).

A vacina também segue disponível para as crianças que já foram convocadas e não puderam comparecer na data. O atendimento para esse público é feito em dez unidades de saúde exclusivas, das 8 às 17 horas. Confira a relação no site Imuniza Já.

A convocação das crianças sem comorbidades depende da avaliação de estoque e da chegada de mais imunizantes pediátricos.

A SMS orienta para que os responsáveis façam o cadastro prévio da criança no Aplicativo Saúde Já, essa ação agiliza o fluxo da vacinação. Crianças acompanhadas pelo SUS de Curitiba já estão cadastradas.

Crianças acamadas
Equipes volantes de vacinadores continuam fazendo em paralelo a vacinação das crianças acamadas, com agendamento prévio. As crianças acamadas em leitos atendidas pelo SUS Curitibano terão sua dose agendada a partir de um contato telefônico das equipes da SMS com os familiares.

Aquelas que são atendidas pela rede privada devem fazer o cadastro, disponível desde o dia 13 de janeiro, via Aplicativo Saúde Já Curitiba – é necessário atualizar a versão do aplicativo nas lojas virtuais para plataformas Android ou iOS – ou pelo site.

Após baixar a atualização nas lojas de aplicativos para Android ou iOS – ou pelo site https://saudeja.curitiba.pr.gov.br/, escolhendo a opção “Paciente Acamado”.

Recomendações
A vacina contra a covid-19 para crianças não deve ser aplicada de forma simultânea com imunizantes para outras doenças, a recomendação é que seja dado um intervalo de 15 dias.

Crianças que testaram positivo para a doença também devem aguardar os intervalos para receber o imunizante, que nesse caso é de 30 dias após a data de início dos sintomas.

Documentos
No dia da vacinação é necessário que a criança esteja acompanhada de um familiar ou responsável para a assinatura do termo de consentimento.

Também devem ser apresentados os documentos pessoais da criança, documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome do responsável pela criança.


- Crianças com comorbidades
Crianças acompanhadas pela rede privada deverão apresentar declaração emitida pelo Portal do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR). A lista de comorbidades definida pelo Ministério da Saúde para prioridade na vacinação pode ser conferida aqui. Já as que são atendidas pelo SUS de Curitiba receberão mensagem de elegibilidade pelo Saúde Já.

- Deficiência permanente
Deve apresentar documento que comprove essa condição, como cartão-transporte da Urbs de isento para Pessoa Com Deficiência Permanente (identificado com a letra "I" no canto superior direito); Identidade (RG) emitida a partir de 2019 com a indicação “Pessoa com Deficiência”; Declaração pelo médico que acompanha a crianças, no modelo disponível a esses profissionais pelo site do CRM-PR, com a indicação da Deficiência Permanente.

Serviço
19/1 (quarta-feira) - Vacinação de crianças de 5 a 8 anos com comorbidades ou deficiência permanente (a depender do estoque de vacinas)