Assine e navegue sem anúncios [+]
Vírus

Curitiba confirma 476 casos de sarampo e investiga outros 700

Nesta semana estacas foram colocadas na obra
Nesta semana estacas foram colocadas na obra (Foto: José Fernando OgurA/AEN)

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba investiga, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 701 casos suspeitos de sarampo no município — a maior parte só pode ser confirmada após a realização de exame de sangue, coletado pelo menos sete dias após o surgimento das manchas vermelhas na pele. De agosto até ontem eram confirmados 476 casos da doença na Capital.

A faixa etária entre 15 e 29 anos concentra cerca de 82% do total de casos confirmados — a idade mediana segue de 22 anos. Em apenas 24 casos (5%) foi necessária a internação hospitalar e todos já tiveram alta.

No Paraná já são 787 casos desde agosto, com 34 novos casos nesta semana. As confirmações ocorreram em Paranaguá (2), Araucária (3), Campo Largo (1), Colombo (4), Curitiba (17), São José dos Pinhais (2), União da Vitória (1) e Sarandi (2). O número de casos em investigação em todo o Estado subiu de 1.193 para 1.338, totalizando 195 novos suspeitos, desde o início de agosto de 2019.

Em Curitiba, independentemente de haver ou não campanha, a vacinação de rotina nos 110 postos de saúde não deixa de acontecer, seguindo o recomendado pelo Ministério da Saúde, no Calendário Nacional de Vacinação.

De acordo com esse calendário, crianças, adolescentes e adultos de até 29 anos devem ter registro de duas doses da vacina contra o sarampo, feitas após um ano de idade.
Em Curitiba, a cobertura da vacina contra sarampo em crianças de 1 ano de idade é de 96,7% em 2019. E, nos dez anos anteriores, essa cobertura vacinal ficou entre 93% e 100,4%.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK