Publicidade
CBF

Curitiba fica fora das cidades-sedes da Copa América de 2019

Curitiba fica fora das cidades-sedes da Copa América de 2019
Arena da Baixada (Foto: Franklin de Freitas)

A cidade de Curitiba ficará de fora da Copa América de 2019, que será disputada no Brasil. Nesta terça-feira (18), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou os seis estádios que receberão jogos da competição: Morumbi e Allianz Parque (São Paulo), Maracanã (Rio de Janeiro), Arena Grêmio (Porto Alegre), Fonte Nova (Salvador) e Mineirão (Belo Horizonte).

Curitiba tem a Arena da Baixada, estádio do Atlético, que atende aos padrões Fifa. Tanto que foi uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 – recebeu quatro jogos. Além disso, o estádio também já foi palco de shows internacionais e das finais da Liga Mundial de Vôlei, em 2016. 

Curitiba também foi ignorada mesmo tendo uma boa localização em termos logísticos para o torneio. Segundo a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), a ideia era encurtar os trajetos de viagens, de modo que nenhuma viagem entre as sedes durasse mais de três horas. Curitiba fica a 400 km de São Paulo, a 730km de Porto Alegre, a 900 km do Rio de Janeiro, a 1.000 km de Belo Horizonte e a 2.300 km de Salvador. Nenhuma viagem da capital paranaense para essas cidades leva mais de três horas.

Polêmica

Três dos seis estádios selecionados para a Copa América não receberam jogos da Copa do Mundo de 2014. Dois deles, o Allianz Parque e a Arena Grêmio, estão dentro dos padrões Fifa. O terceiro estádio é o Morumbi, aprovado inclusive como palco de abertura da competição. Depois do final do Campeonato Brasileiro, o estádio deverá ser fechado para se adequar a uma série de exigências da entidade continental – o São Paulo, dono do estádio, terá que reformar os vestiários, construir um novo túnel para os jogadores dos dois times entrarem em campo juntos, além de ampliar a área de entrevistas.

Presidente eleito da CBF e CEO da Copa América, Rogério Caboclo é um dos responsáveis pela inclusão do estádio no torneio. Ele é conselheiro do São Paulo.

O Morumbi ficou de fora da Copa de 2014 porque a diretoria na época se recusou a arcar com uma obra milionária e a Fifa o descartou. Para a cidade de São Paulo receber o Mundial, foi construído o Itaquerão, com um custo superior a R$ 1 bilhão. Depois da Copa, o estádio ficou para o Corinthians.

Final

O Maracanã foi aprovado na segunda para receber a final. Os cariocas querem realizar mais uma partida do evento para evitar não sediar um jogo da seleção, como aconteceu na Copa – na época, o Brasil foi eliminado na semifinal e ficou de fora da partida decisiva marcada para o Rio.

As partidas das semifinais serão disputadas em Porto Alegre e em Belo Horizonte.

A competição será disputada por 12 seleções. Além das dez equipes do continente, o Japão e o Qatar, que sediará a próxima Copa do Mundo, vão participar como convidados.

DESTAQUES DOS EDITORES