Em casa

Curitiba perde para o Minas pela sexta rodada da Superliga Feminina

(Foto: Valterci Santos / CWB Vôlei)

Na abertura da sexta rodada da Superliga Feminina nesta terça-feira (23), o Curitiba Vôlei recebeu o Itambé/Minas, no ginásio da Universidade Positivo, e perdeu para as mineiras por 3 sets a 0, parciais de 25/8, 25/20 e 25/20 em 1h40 de jogo.

Para esta partida, a treinadora do Curitiba, Helga Sasso optou por entrar com o time misto, bem diferente do que jogou nas últimas rodadas. No primeiro set as mudanças não surtiram efeito, e só nos dois sets seguintes Curitiba equilibrou o jogo com as vice-líderes da competição, mas acabou sendo superado pelas favoritas.

Com ataques efetivos pelas pontas, a curitibana Izinha disse que não faltou garra e união ao time.

“Entramos abaixo do nível, mas evoluímos bem durante a partida. Tivemos garra e jogamos sem medo e conseguimos fazer uma boa partida apesar da derrota. Acho que a união do time nos dois últimos sets foi muito boa. Se fosse assim desde o começo, daríamos mais trabalho para elas e talvez o jogo fosse diferente”, explica.

Estreando contra o Minas, a ponteira Sara, que disputou a Superliga C pelo Louveiro Vôlei (SP), está confiante na primeira vitória.

“Sabíamos que hoje seria um jogo muito difícil. Estamos crescendo e a tendência é melhorar. Somos um grupo muito competitivo e estamos com muita vontade de jogar e fazer o melhor que pudermos. Nós vamos voltar a vencer na Superliga porque o time e a torcida merecem”, disse Sara.

Buscando a primeira vitória na temporada, o Curitiba Vôlei viaja para Maringá na próxima quinta-feira (25), quando enfrenta o Unilife/Maringá, às 20h, no ginásio Chico Neto. A partida terá transmissão ao vivo e online pelo canal Vôlei Brasil.