Publicidade
Pandemia

Curitiba prepara hospital com 110 leitos exclusivos para Covid

Instituto de Medicina e Cirurgia: mais 110 leitos na Capital
Instituto de Medicina e Cirurgia: mais 110 leitos na Capital (Foto: Franklin de Freitas)

Curitiba terá mais um hospital para atendimento exclusivo de pacientes de Covid-19. O Instituto de Medicina e Cirurgia, no Alto da XV, será reaberto em julho pela Prefeitura de Curitiba, com 110 leitos, sendo 50 de UTI e 60 clínicos (para casos menos graves).

O hospital será administrado pela Santa Casa de Curitiba, por meio de contrato temporário, por três meses, podendo ser prorrogado conforme a demanda. Este é o segundo hospital ativado na capital paranaense com este fim – o primeiro foi o Hospital Vitória, em 5 de junho, na CIC.

Além deles, antes da pandemia o governo do Estado já havia definido o Hospital do Trabalhador como uniade de referência no atendimento do novo coronavírus.

Os novos leitos fazem parte do plano de contingência de enfrentamento à pandemia do município e integram os 1.088 leitos de UTI já anunciados. Curitiba conta hoje com 223 leitos de UTIs do SUS exclusivos para Covid-19. Outras 129 UTIs estão sendo ativadas, até 15 de julho, incluindo as do Instituto de Medicina. Com isso, serão 352 UTIs exclusivas.

Cem respiradores enviados pelo governo federal serão utilizados nos novos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 que estão sendo ativados.

Leitos clínicos
Curitiba também chegará a 5.654 leitos clínicos até 15 de julho. São 430 leitos de enfermaria exclusivos para covid-19 - 284 já estão em funcionamento e outros 146 serão ativados também até metade do próximo mês.

Os dados sobre número de leitos são registrados em um sistema aberto ao público, do Ministério da Saúde, o CNES (Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde). Os novos leitos entram neste sistema na medida em que forem ativados.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES