Curitiba de Graça

Curitiba promove Semana de Arte, Cultura e Literatura com mais de cem atividades virtuais

O quadrinista José Aguiar será um dos palestrantes da semana. Ele é autor do quadrinho: CWB.
O quadrinista José Aguiar será um dos palestrantes da semana. Ele é autor do quadrinho: CWB. (Foto: Acervo Curitiba de Graça)

Confira essas e outras notícias na coluna do Curitiba de Graça 

De hoje (23) até o dia 27 de agosto, acontece a 12º Semana de Arte, Cultura e Literatura Digital promovida pela Secretaria Municipal da Educação. Serão 110 ações artísticas e culturais oferecidas por diferentes instituições. O evento, em formato on-line, contará com: literatura, dança, quadrinhos, contação de histórias, entre outros.

Veja quais as outras dicas culturais da semana.

Boa leitura!



Semana de Arte, Cultura e Literatura

Crédito: Reprodução do site

Legenda: As atividades ofertadas pelo Goehte Institut-Curitiba estão disponíveis em seu canal do YouTube.

Entre as atrações semana cultural organizada pela Secretaria de Educação, estão as atividades oferecidas pelo Goehte-Institut Curitiba. Na quarta-feira, dia 25, o Instituto oferecerá dois encontros. No primeiro, às 16h, a mediadora de leitura, contadora de histórias e diretora teatral Lilyan Souza realizará leituras de obras do escritor de literatura infantil Wolf Erlbruch, seguidas de reflexões e debates sobre os temas abordados nas histórias. Embora sejam destinados às crianças os livros do escritor costumam tratar de assuntos que também causam dúvidas nos adultos, como a morte, a finitude, a paternidade e maternidade, o desejo de permanência, as curiosidades sobre a vida e suas descobertas.

O segundo encontro do dia, às 19h, será um minicurso especial para quem acha o alemão um idioma difícil. A mestranda binacional pelas Universidades de Leipzig e pela UFPR, Katharina Bleher, apresentará alguns dos mitos sobre a língua alemã e até similaridades dela com com o português e com o inglês para mostrar que não o idioma não é tão complicado de aprender como algumas pessoas imaginam.

Para acompanhar, acesse: https://www.youtube.com/channel/UCiVqD1R9DmCpelN9B4ov8OQ 



Quadrinhos e irmãos Grimm

Crédito: Acervo Curitiba de Graça

Legenda: O quadrinista José Aguiar, autor de CWB, dará uma das palestras.

Quem gosta de histórias em quadrinhos, poderá conhecer as semelhanças e particularidades da produção desse gênero literário na Alemanha e no Brasil com o premiado quadrinista José Aguiar, que comandará uma palestra na quinta-feira, dia 26, às 10h. Ele traçará um paralelo entre os dois países por meio da evolução da linguagem dos quadrinhos, atores e personagens entre os séculos XIX ao XXI.

No dia 27, às 10h, ocorrerá a oficina “Entre riso e o susto: narração de histórias a partir dos irmãos Grimm“.A atriz, contadora de histórias e mediadora de leitura Fabiane de Cezaro discutirá a ancestralidade que envolve a arte de contar histórias por meio das narrativas escritas, remendadas e transformadas pelos irmãos Grimm como uma rica fonte para o repertório de um contador. O objetivo é mostrar a importância da contação de histórias para a aproximação com a literatura como processo de incentivo à leitura.

As atividades poderão ser acessadas por aqui: Para acompanhar, acesse: https://www.youtube.com/channel/UCiVqD1R9DmCpelN9B4ov8OQ

A programação completa de Semana de Arte, Cultural, Literatura Digital de Curitiba está disponível em: https://mid-educacao.curitiba.pr.gov.br/2021/8/pdf/00307902.pdf.



Camerata Antiqua

Crédito: Daniel Castellano/SMCS


Legenda: Nos dois concertos serão apresentadas obras de Bach.

Após meses em isolamento, a Camerata Antiqua de Curitiba retoma os concertos presenciais a partir do dia 28 de agosto. A apresentação será na Capela Santa Maria, mas com apenas 50 lugares liberados, em vez dos 270. Para a retomada, a Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba, integrante da Camerata, apresenta “A Música da Família Bach”, com direção musical e cravo de Fernando Cordella (RS).  Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada) e estão à venda somente na bilheteria da Capela Santa Maria, localizada na Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro. O horário de funcionamento é das 9h às 17h, de segunda a sexta, das 16h30 às 18h30 ou até o início do concerto aos sábados e duas horas antes do concerto aos domingos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3321-2840.

No domingo (29), o concerto também poderá ser assistido simultaneamente pelo https://www.youtube.com/playlist?list=PLLHd2vacQqhEntvmoqxWpzjyr3lfB7vXG. 



Comida folclórica

Crédito: Divulgação. Legenda: Todos os lanches são inspirados em gastronomias típicas.

Em alusão ao tradicional Festival Folclórico que acontece anualmente no Teatro Guaíra, o Ukra Bar acaba de lançar o “Festival de Etnias”, que conta com oito opções, entre sanduíches e sobremesas, de gastronomias típicas, como a alemã, a ucraniana, a japonesa, a italiana, entre outras.

Cada prato custa R$35 e parte da renda será destinada ao projeto O Que Nos Une, da Associação Interétnica do Paraná (Aintepar).

Os pedidos devem ser feitos até dia 25 de agosto por meio da plataforma ukrabar.com.



Tragédias Pós-Modernas

Crédito: Mac Adams/Divulgação.


Legenda: Mac Adams desenvolveu ao longo das últimas décadas um trabalho que explora o potencial narrativo da fotografia e da instalação na composição e construção de cenas misteriosas.

Na próxima quinta-feira (26), o Museu Oscar Niemeyer abre a exposição “Mens Rea: A Cartografia do Mistério”, de Mac Adams, um dos fundadores da Arte Narrativa (Narrative Art).

Inédita no Paraná, a exposição apresenta ao público 15 dípticos fotográficos da icônica série “Mistérios” e uma seleção da série “Tragédias Pós-Modernas”, criada pelo artista na década de 1980 como uma forma de reflexão sobre as políticas econômicas de Margaret Thatcher e Ronald Reagan, no Reino Unido e nos Estados Unidos, respectivamente.

Provocando colisões híbridas entre tragédias sociais e utensílios de design, os objetos espelhados cromados fotografados por Mac Adams refletem nas suas superfícies situações violentas e inquietantes, que contradizem completamente as formas metálicas perfeitas.

O horário de funcionamento do Museu Oscar Niemeyer é das 10h às 18h, de terça a domingo (podendo ser alterado conforme decretos vigentes na cidade). Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) e podem ser adquiridos na bilheteria ou no site www.museuoscarniemeyer.com.br, onde também estão explicados todos os protocolos de prevenção à covid-19 seguidos no espaço.

O endereço é Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico. 



Era uma vez

Crédito: Arquivo pessoal


Legenda: Os livros de Daniel Munduruku abordam os costumes dos povos indígenas.

“Era uma vez… um curumim. Como todos os curumins, ele tinha cara de índio, cabelo de índio e pele de índio. Na escola, isso o tornava “diferente” das demais crianças e, por essa razão, elas o deixavam de fora das brincadeiras, o que o fazia sofrer bastante. O menino, então, chegou a desejar não ter nascido índio. (...)

Assim começa a entrevista que a jornalista Tina Demarche fez com o premiado escritor Daniel Munduruku para o Curitiba de Graça. Para ler a entrevista na íntegra, acesse: https://curitibadegraca.com.br/a-rica-tradicao-oral-dos-povos-indigenas/. E para ler outras notícias culturais, entre em: www.curitibadegraca.com.br .