Publicidade
Fotografias

Curitiba terá mostra em 3D para deficientes visuais

Curitiba terá mostra em 3D para deficientes visuais

O Museu da Fotografia da Cidade de Curitiba recebe, a partir desta sexta-feira (16/3), a Exposição De Fotografia à Tactography, do artista Gabriel Bonfim, brasileiro radicado na Suíça. A mostra foi especialmente concebida para pessoas com deficiência visual por meio da tecnologia de Tactography, técnica suíça que escaneia o objeto fotografado e mapeia as proporções e profundidade para criação de peças em 3D em alto relevo.

A mostra tem entrada gratuita e fica em cartaz até o dia 10 de junho. Os visitantes vão se deparar com um movimento diferente de uma exposição tradicional de fotografias", explica Bonfim. "Os deficientes visuais serão conduzidos por guias no chão para tocar as obras em Tactography, enquantos os demais visitantes apreciam as imagens um pouco mais de longe, como peças brancas em relevo, explica Bonfim.

Dividida em duas séries, a exposição destaca o tenor italiano Andrea Bocelli e o jovem bailarino catarinense Denis Vieira, integrante do Ballet da Ópera de Zurique. Cada série apresenta sete imagens tridimensionais, num total de 14 obras.

"Um dos objetivos de nossa exposição é também motivar deficientes visuais a ler e, consequentemente, a vivenciar uma nova dimensão da percepção. A nova tecnologia de impressão de Tactography tridimensional cria uma oportunidade a mais para os deficientes visuais ", completa.

Sobre o artista

Gabriel Bonfim nasceu em São Paulo em 1990. Desde cedo desenvolveu afeição pela arte. Depois de dedicar três anos à faculdade de Direito e de trabalhar em um escritório de advocacia, decidiu dedicar-se permanentemente à fotografia.

Como fotógrafo de moda, desenvolveu habilidade profissional e técnica. Depois de anos de aprendizado e viagens pela Holanda, Alemanha e Bélgica, mudou-se para a Suíça, onde conheceu Thomas Kurer atualmente gerente de seu acervo. Gabriel Bonfim tem um olhar excepcional para o ser humano e seu ambiente. Esse talento é o que o eleva de um fotografo de alta performance de pessoas para um Fotografo de Arte, afirma Kurer.

Sobre a tecnologia Tactography™

Tomando como base o princípio da impressora 3D – a confecção de objetos tridimensionais por meio de um arquivo digital – Gabriel Bonfim chegou a dois processos que considerou satisfatórios: reproduzir suas obras com acessibilidade para deficientes visuais.

O primeiro deles foi pensado para as fotografias que Bonfim já tinha em seu acervo. Neste processo, a imagem digital tradicional foi enviada a um software e um programador apontava para o computador estimativas de proporções e profundidades – um trabalho bastante minucioso de marcação de profundidades ponto a ponto. A partir dessa técnica, foram impressas 12 imagens de uma série especial captada por Bonfim com o grande tenor italiano Andrea Bocelli durante uma turnê na Turquia, em 2014, que revelam os principais momentos do astro, inclusive com a família.

O segundo processo, em conjunto com o estúdio Digitalwerkstatt, dos alemães Claudio Kuenzler e Daniel Koelliker, Bonfim chegou a uma solução em que a captação da foto tradicional já gerava a obra em 3D. Foi, então, que convidou o jovem bailarino brasileiro Dênis Vieira, integrante do Ballet da Ópera de Zurique, na Suíça, para este desafio.

A sessão de fotos teve dois momentos. Primeiro, Bonfim fotografava Vieira com uma câmera digital. Em seguida, um scanner 3D fazia a leitura das mesmas informações visuais, criando a modelagem digital do bailarino. Enviada à impressora 3D, a fotografia era impressa em alto-relevo. Com este processo, foram produzidas mais 12 obras.

Serviço: Exposição De Fotografia à Tactography, de Gabriel Bonfim

Local: Museu da Fotografia da Cidade de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Solar do Barão, Centro)

Período de exposição: 17/03/18 a 10/06/18

Horários de visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e 14h às 18h, sábado e domingo, das 12h às 18h

Telefone: (41) 3321-3260

Entrada gratuita

DESTAQUES DOS EDITORES